Tapa Virtual

Nosso eterno dilema: Expectativas vs realidade

5 de agosto de 2018

Algo que venho percebendo ultimamente são as expectativas e reações que depositamos em certos acontecimentos. Todo mundo possui uma maneira bem pessoal de lidar com o futuro e isso influencia diretamente em como reagimos aos grandes acontecimentos. É tudo bem inesperado, na maioria das vezes, mas o que é certo: cada um reage da sua maneira.

Lidar com expectativas talvez seja uma das maiores batalhas diárias para a maioria das pessoas. Pensamos e idealizamos tanto certos acontecimentos, que se uma coisa mínima gera mudança… tudo vai por água abaixo. E sentimentos uma certa decepção e frustração. Não sou uma grande fã de expectativas, porque já lidei com muito balde de água fria na cabeça e com o passar do tempo, deixei tudo na mão do tempo. Eu sei que tal coisa vai acontecer, mas não posso controlar a maneira como ela vai me atingir. Está tudo bem.

Excesso de expectativa é o caminho mais curto para a frustração.

Martha Medeiros

Mas não é algo completamente simples, expectativas ativam ansiedade. E isso acaba desencadeando milhares de outros sintomas chatos de lidar. Falta de sono, apetite e concentração. Tudo parece não ir pra frente e acabo me encontrando presa em um tempo que não passa nunca. Nessas horas, tento ao máximo me distrair com o que tenho ao meu alcance. Seja uma série bobinha da Netflix, uma playlist que adoro ou até mesmo algum joguinho de celular. Mente parada nunca dá certo.

Essa maneira como enfrentamos o inesperado, muda muito nossa reação aos acontecimentos diários. Eu vivo escutando que sou uma pessoa que não demonstra empolgação e acredito que isso acontece quando eu sei o que esperar de uma determinada situação. Eu acabo agindo com naturalidade, enquanto outras pessoas estão saltitando e dando gritinhos.

Apesar de ter essa leve barreira para expectativas altas, eu ainda me pego passando por crises de ansiedade e tudo mais. No final das contas, é muito complexo conseguir controlar tudo que sentimos e tudo que acontece ao nosso redor. Então, nos resta entender que cada pessoa possui uma maneira única de tratar determinadas situações. E que está tudo bem se ela não estiver demonstrando empolgação como você. Tá tudo bem se alguém topa estar ao seu lado para enfrentar algo, mas não quer dizer que essa pessoa vai levar essa carga da mesma maneira que você.

Em um mundo com amizades virtuais, projetos de sucesso e vidas abertas em redes sociais, pode rolar muita insatisfação sobre a vida real. Algumas coisas causam estranhamento quando nos atingem pessoalmente e cabe a nós mesmos lidar com isso. Pois nenhuma decepção dura pra sempre, assim como nenhuma expectativa. Então, vale a pena aprender uma maneira saudável de lidar com tudo isso, sem perder a cabeça e sem enlouquecer quem te rodeia.

 

You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: