Popcorn

Desventuras em série: finalmente uma adaptação perfeita

31 de março de 2018

Categoria: Seriado;
Duração dos episódios: 50 minutos;
Roteiro: Daniel Handler, Emily (I) Fox e Mark Hudis;;
Sinopse: Baseada na coleção campeã de vendas do escritor Lemony Snicket (também conhecido como Daniel Handler), “Desventuras em Série” conta a trágica história dos irmãos Baudelaire – Violet, Klaus e Sunny – órfãos sob a guarda do terrível Conde Olaf, que fará de tudo para colocar as mãos na herança das crianças. Os irmãos precisam constantemente despistar Olaf, frustrar seus planos malignos e investigar a misteriosa morte de seus pais. (Filmow)

Antes de mais nada, aviso que sou completamente apaixonada por essa história. Se você já lê o blog há algum tempo e leu o post sobre os livros e as adaptações de Desventuras em série, já deve saber disso. Porém, sempre fiquei meio insatisfeita com o filme. Acho ele bom, mas não chega aos pés da coleção de livros. Quando a Netflix anunciou a série e soltou o primeiro teaser, eu tive certeza que essa seria a adaptação perfeita. Mas, falo sobre isso mais para frente! Vamos falar da trama: Em Desventuras em série, acompanhamos os infortúnios vividos pelos irmãos Baudelaire, Violet, Klaus e Sunny, após o incêndio que matou os seus pais. A partir dessa tragédia, eles são constantemente perseguidos pelo péssimo ator, Conde Olaf. O vilão faz um monte de atrocidades contra os Baudelaire, só por que está interessado na fortuna deles.

Na coleção original, são 13 livros. Na série, cada livro corresponde a dois episódios. Amei o fato de a Netflix ter conseguido trazer para a série, toda a linguagem dos livros. Por exemplo, o livro é narrado por um personagem que fica o tempo inteiro pedindo para a gente parar de ler. E, como é focado em um público infantil, costuma dar o significado de palavras difíceis, no meio da narrativa. Outro detalhe, a bebê Sunny, a caçula dos irmãos Baudelaire, tem um papel fundamental na história. Os dentinhos dela fazem toda a diferença e, mesmo sendo um bebê que não consegue se expressar ainda, ela enriquece os livros. Eu achava que era meio impossível fazer um personagem bebê tão intenso e participativo como Sunny. Mas, a Netflix trouxe tudo isso e mais um pouco para a série. 

Por que assistir Desventuras em série?

O elenco é maravilhoso e as caracterizações são bem fiéis. Principalmente os capangas do Olaf. É de tirar o fôlego o quanto são fiéis aos livros. Para mim, os destaques da série são: Neil Patrick Harris, no papel de Olaf, e Presley Smith, que enche a série de amor, interpretando a Sunny. Presley é substituída várias vezes por bonecas e computação gráfica, para a atriz não correr perigo. Porém, ela ainda consegue roubar a cena, tanto quanto a personagem roubava no livro. Quanto ao Neil, vi muita gente reclamando sobre ele e sobre não conseguir separar ele do Barney, personagem que interpretou em How I met your mother. Não senti isso. Pelo contrário, acho que ele superou o Jim Carrey (que interpretou o personagem no filme) e encarnou maravilhosamente bem o Olaf. Inclusive, as inúmeras trapalhadas que o personagem faz. 

Alguns personagens são super irritantes, por serem tão burros/inocentes, tirando a gente do sério. Outros nos conquistam na primeira cena e aí passamos o resto da série torcendo por eles. Os cenários estão incríveis e ver toda a atmosfera do livro ganhando vida é sensacional. Apesar de se tratar de desventuras com órfãos, a trama tem um equilíbrio ótimo com comédia. Não vejo a hora de ver a terceira temporada e, provavelmente, o desfecho da trama. Primeiramente, se você não tem intenção de ler os livros, não perca a chance de conhecer essa história incrível e super bem construída. Se você já leu, pode assistir sem medo! É muito fiel aos livros. 

Obrigada Netflix, por fazer essa série maravilhosa! <3

You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: