Favoritando

Dia da felicidade: 4 séries para te trazer alegria nesse dia

20 de março de 2019

Nesse dia da felicidade fiquei triste por não ter sido selecionada para algo que queria muito. Mas, também conversei com um amigo sobre como a felicidade e a qualidade de vida estão nas pequenas coisas. E nos momentos mais simples. Não que eu tenha me esquecido disso, mas tem horas que é bom ser lembrada. Portanto, nesse dia da felicidade em que estou mais para baixo do que deveria, pensei em coisas me trazem alegria. Lembrei de alguns livros, algumas séries e muitas pessoas. Mas, como não posso por pessoas num potinho e enviar para você, trouxe uma lista de séries que me fazem feliz. Sim! Eu já abracei todas essas séries e senti alegria, mas mesmo assim quero repassá-las para você.

Continue Reading

Para amar

Imaginago: teorias para explodir sua mente

19 de março de 2019

Thiago Augusto do canal Imaginago ganhou meu coração e explodiu a minha mente desde o primeiro video que vi do canal. Aliás, confesso que isso só faz, mais ou menos, uma semana. Mas, já ter maratonado mais videos dele do que os fãs de longa a data. Sendo assim, com uma forma simples, dinâmica e divertida de explicar as teorias por trás das animações, Thiago nos mostra coisas sobre as animações que jamais poderiamos ter imaginado. Inclusive, tem umas teorias que fiquei em choque por muito tempo. Gosto de encontrar canais como esse, que tratam de temas diferentes. Já tem tanta gente fazendo mais do mesmo, que é sempre um prazer conhecer pessoas que criam coisas novas e criativas. Portanto, se você gosta de teorias da conspiração ou animações, o Imaginago pode ser o seu canal favorito. Sendo assim, chegou a hora de você conhecer o canal:

Continue Reading

Li, Gostei, Resenhei

Mulheres Incríveis – Kate Schatz

18 de março de 2019

Autora: Kate Schatz;
Editora: Astral Cultural;
Páginas: 138;
Sinopse: Feche seus olhos e pense numa pirata. Agora imagine uma espiã. Ou uma presidenta. Pense numa guerreira em ação. Uma grande pintora ou na maior jogadora de futebol de sua época. Estas são apenas algumas das mulheres incríveis que você encontrará neste livro. São 44 perfis de mulheres extraordinárias, numa coleção de histórias que começa em 430 antes de Cristo e alcança os dias de hoje. Da Mesopotâmia até a Antarctica, “Mulheres Incríveis” conta a história de vida de jovens e adultas transgressoras, que subverteram leis, lutaram por menos desigualdade entre gêneros e ajudaram a construir um futuro melhor para todos nós. (Skoob)

Continue Reading

Popcorn

Documentário Jaci: Sete pecados de uma obra Amazônica

16 de março de 2019

Cartaz de divulgação de Jaci: Sete pecados de uma obra amazônica

Gênero: Documentário;
Ano: 2015;
Direção: Caio Cavechini, Carlos Juliano Barros;
Sinopse: Projeto de infraestrutura, a usina hidrelétrica de Jirau atraiu mais de 20mil trabalhadores ao interior de Rondônia a partir de 2009, promovendo um grande impacto na pequena vila de Jaci. Em 2011, uma rebelião paralisou os trabalhos da obra. Por quatro anos, este documentário levantou relatos e imagens, algumas coletadas pelos celulares dos próprios operários. Questionamentos ambientais, disputas trabalhistas, prisões e denúncias de pessoas desaparecidas fazem parte de um capítulo inacabado na dramática história do país. (Filmow)

Cena de Jaci: Sete pecados de uma obra amazônica

Sobre Jaci: Sete pecados de uma obra Amazônica:

O documentário Jaci: Sete Pecados de Uma Obra Amazônica, lançado em abril de 2015, tem como objetivo contar a histórias dos moradores do distrito de Jaci-Paraná, Rondônia, após a chegada de mais de vinte mil homens vindos para trabalhar na Usina de Jirau. Afinal, essa chegada trouxe um enorme impacto para o distrito e seus moradores. Realizado pelo Repórter Brasil, dirigido por Caio Cavechini e Carlos Juliano Barros, foi gravado durante quatro anos, desde 2011 até 2014.

O documentário mostrou vários momentos da história, muitas vezes pelo ponto de vista dos moradores e trabalhadores, mas sem deixar de ouvir autoridades sobre o assunto. Por estar localizado entre as duas usinas construídas recentemente, outro momento marcante para esse povo, foi a cheia que deixou todo o distrito debaixo d’água em 2014. Inclusive, as usinas chegaram a ser citadas como um dos possíveis motivos causadores dessa enchente. O documentário também mostra a rebelião que causou os incêndios nos alojamentos, a prostituição, além de outros momentos e situações marcantes.

Jaci: Sete Pecados de Uma Obra Amazônica foi dividido em sete partes, classificando os pecados cometidos pelos moradores do distrito. Mais de 30 câmeras foram utilizadas, mostrando diferentes olhares sob uma única realidade. Desde câmeras profissionais (utilizadas pela equipe que produziu o documentário) até as amadoras como celular e câmeras compactas. Uma das coisas que mais me chamou atenção foi que os celulares quase não foram utilizados, já que em Jaci não pegava linha telefônica, poucos possuíam celular. Na maioria das imagens, você via uma porção de pessoas gravando com câmeras pequenas.

Cena de Jaci: Sete pecados de uma obra amazônica

A voz do povo é a voz de Deus:

Em Jaci: sete pecados de uma obra amazônica, quase não ouvimos uma narração de um repórter. Principalmente, por que a maior parte do documentário foi formado por falas de pessoas diferentes. Mas, sobre o mesmo assunto. Dessa forma, as falas foram se completando e formando um texto bem amarrado e completamente compreensivo. As falas, eram dos moradores de Jaci e dos trabalhadores da usina de Jirau, que narravam as imagens, sem aquele texto rico e trabalhado do repórter. Afinal, havia erros de concordância, demonstrando o vocabulário simples e de gente que não teve muitas oportunidades para estudar. Algumas entrevistas não seguiram o padrão de ter o entrevistado em frente à câmera. Ás vezes, ouvíamos a voz da pessoa e víamos ela em um bar bebendo ou em sua rotina de trabalho.

Documentário excelente e extremamente marcante. É ultra importante ao se propor registrar a história de um povo esquecido pelas autoridades. Inclusive, esquecido, muitas vezes, até pela população da capital de Rondônia, Porto Velho. Eu, que nasci e cresci na capital, acompanhei noticias das usinas durante todos esses anos. Mas não lembrava de tanta coisa que já aconteceu com esse povo. É uma realidade tão diferente, que não paresse que moram tão perto de onde eu vivo. É chocante pra todos que assistem. Infelizmente, é mais fácil para pessoas dos grandes centros assistir um documentário desse e voltar pra casa. Sendo assim, para nós que moramos ao lado, o que fica é a sensação de impotência e descrença na sociedade.

Jukebox

Trilha sonora: Wifi Ralph – Quebrando a internet

15 de março de 2019

Ralph, o vilão dos videogames e sua companheira desajustada Vanellope von Schweetz, vão parar dentro da internet no novo filme, Wifi Ralph. Enquanto procuram formas de salvar o Corrida Doce, que está com o volante quebrado, Ralph e Vanellope vão entender melhor como funciona a nova tecnologia. Quais os jogos que estão em alta por lá, o que precisa para ser um viral no youtube, como pesquisar no Google e até precisam lidar com spams. Inclusive, o filme faz analogias sensacionais nesse sentido. Por exemplo, os spams são retratados como vendedores ambulantes. Além disso, tem participação especial das princesas da Disney e a trilha sonora conta com várias músicas oficiais delas. Portanto, além de você precisar ver essa fofura de filme, também precisa ouvir essa trilha sonora agora mesmo! 

Continue Reading

Azar Crônico

Tá complicado: 2019 e sua atmosfera pra lá de pesada

14 de março de 2019

2019 já prometia ser um ano pesado. Por muitos motivos. Não sei no que você acredita, mas de acordo com a astrologia, esse é um ano regido por Marte, Deus da guerra. Pela umbanda, é um ano regido por Ogum e promete dias muito intensos. Aliás, as previsões em torno desses dois regentes nos mostram o quanto esse ano pode ser difícil de lidar. A situação política também não é nada favorável e tudo isso vai gerando uma descrença muito grande em todos nós. Como eu disse, não sei no que você acredita. Você não precisa acreditar em nada disso que eu disse. Mas, também não pode negar, 2019 não está fácil de aguentar. Tragédias todos os dias, no mundo inteiro, envolvendo todos os elementos. Parece que não tivemos descanso ainda desde que o ano virou.

Continue Reading

Favoritando

Nostalgia: 6 filmes adolescentes dos anos 2000 para ver na Netflix

13 de março de 2019

Sabe aqueles dias que você quer se jogar na cama, com uma panela de brigadeiro e maratonar todos os filmes adolescentes dos anos 90 e 2000? Só falta chamar as amigas para uma festa do pijama, só para fazer a sessão nostalgia completa! Então, depois que a gente cresce, vontades assim aparecem quando a gente chega em um ponto de esgotamento mental e/ou físico. Portanto, como esse ano de 2019 promete muitos dias de esgotamento, criamos uma lista nostalgica. Para isso, escolhemos alguns dos melhores filmes adolescentes disponíveis na Netflix: Continue Reading

Patrinando

Janelle Monáe: R&B futurista e dançante

12 de março de 2019

Gosto bastante de R&B. Para quem não conhece a nomenclatura, significa rhythm and blues, que é um termo comercial para denominar a black music. E uma das artistas que mais gosto atualmente dessa cena é a Janelle Monáe. No Dirty Computer, terceiro álbum da cantora, ela reafirma para que veio: fazer o pessoal dançar fugindo de padrões usando referências clássicas.

Continue Reading

Li, Gostei, Resenhei

O código Bro – Matt Kuhn e Barney Stinson

11 de março de 2019

O código Bro

Autor: Matt Kuhn, Barney Stinson;
Editora: Intrínseca;
Páginas: 208;
Sinopse: O que é um Bro? Um Bro é um companheiro em quem você poda confiar eternamente e que estará sempre pronto para ajudá-lo — a menos que tenha coisa melhor para fazer. Agora imagine um livro que ensine os Bros a viver em harmonia, ter casos de uma noite só, levar sempre a quantidade certa de bebida para uma festa ou fingir um profundo conhecimento de esportes e mecânica, entre outras habilidades incríveis. Barney Stinson, um homem lindo e disponível, reconhecido por ter revolucionado a blogosfera com seu www.barneysblog.com, compilou esse código para que Bros do mundo inteiro possam esquecer suas diferenças e estreitar os laços de irmandade. Então, e somente então, conseguirão trabalhar juntos para vencer o maior desafio enfrentado pelo homem: transar. (Skoob)

Continue Reading