Witch mood

Espiritualidade, religião e abraçar todas as partes de si

15 de julho de 2021

Espiritualidade. É… Essa tá longe de ser uma conversa comum aqui nesse blog. Mas, sendo sincera, já é bom alertar vocês que esse é o caminho aqui: cada vez mais um mergulho interno, em busca de dividir experiências com pessoas que sentem o mesmo. Portanto, vamos lá. São 23h23 (olá, sincronicidade) e eu acabei de receber um dos feedbacks mais lindos de uma consulente de tarot, que virou amiga. Se você que está lendo isso não tem a menor noção do que é um consulente de tarot, vamos ao breve resumo. Eu sou taróloga há dois anos e estou trabalhando profissionalmente com isso agora. Ou seja, usando cartas de tarot e oráculos, para transmitir mensagens dos mentores e anjos de guarda das pessoas que desejam essa conexão (os consulentes). 

Continue Reading

Azar Crônico

Comeback: é possível que lar seja um blog e não um lugar?

16 de junho de 2021

Qual a onomatopeia de um espanador?

Sei que esse é o jeito mais aleatório de começar uma postagem depois de tanto tempo. Mas, a verdade é que eu queria começar esse texto de um jeito engraçado, dizendo que estou tirando o pó deste blog amado. Afinal, não seria nem a primeira, nem a segunda e, provavelmente, nem a última vez em que eu faço um comeback aqui. Dessa vez fiquei mais sumida que o normal e esse nem deve ser o meu retorno definitivo. Tendo em vista que esse blog passará por mudanças drásticas (incluindo em seu nome) e tudo ainda está muito desorganizado por dentro e por fora. O X da questão aqui é: eu amo escrever e amo cada parte desse blog. Amo cada colunista que passou por aqui. Amo a equipe atual. E amo cada um de vocês que leem as coisas que escrevemos.

Continue Reading

Patrinando

Jovem, não se leve muito a sério, relaxe

20 de outubro de 2020

Confesso que desde que começou a pandemia, estou nostálgica ouvindo músicas da minha adolescência ou de shows que foram incríveis. Sim, ainda sou jovem, mas estou na metade do caminho dos 20 até os 30 anos. Até comentei isso na live que fiz com a cantora GEO pelo Jornal 140. E aí notei como me segurava para não gostar de muita coisa que eu secretamente gostava para não ser encarada como boba.

Continue Reading

Dois Quartos

Documentários sobre o Universo: um sentimento libertador

23 de setembro de 2020

 

Se tem uma coisa que eu fiz na quarentena (e estou fazendo porque ainda não acabou meudeusdocéuatéquando?) foi consumir uma diversidade de conteúdos. Entre eles, documentários. Mais especificamente, documentários sobre o Universo, o Cosmos e os astros. Por mais estranho que possa parecer, assistir – e aprender – sobre galáxias, estrelas anãs, buracos negros e a imensidão disso tudo, coloca as coisas em perspectiva. E isso traz, de certa forma, um sentimento libertador.

Continue Reading

Patrinando

KIRBY: novos dilemas amorosos atemporais

22 de setembro de 2020

Quem me lê aqui sabe que gosto bastante de black music, seja antiga ou moderna. Por isso, a recomendação de hoje é a cantora e compositora norte-americana KIRBY. Por enquanto, ela só tem um álbum, lançado neste ano, “Sis.”.  Não confunda ter só um álbum com inexperiência: KIRBY já colaborou compondo com artistas como Ariana Grande, Beyoncé e Demi Lovato.

Continue Reading

Patrinando

A música que você ouve tem diversidade?

4 de agosto de 2020

Sim, sei que já abordei diversidade na produção de conteúdo nesta coluna. Este é um assunto que não sai da pauta das redes sociais e da grande mídia por ser extremamente necessário e atual. Por isso, continuarei escrevendo sobre até deixar de ser indispensável. Após os protestos no mundo inteiro sobre #VidasNegrasImportam, tradução de #BlackLivesMatter, os holofotes se voltaram para as pautas raciais. As pessoas consumiram ativamente (ou fingiram) conteúdos de pessoas negras nas redes sociais por uma semana. Mas e depois? O que realmente ficou?

Continue Reading