Tapa Virtual

Ser mãe: Uma nova geração em construção

13 de maio de 2018

Eu não sei em qual momento da minha vida me apeguei na ideia de ser mãe. Tenho 24 anos e tenho na minha e memória essa ideia durante alguns anos já. Portanto é normal encontrar diversas mães nas minhas redes sociais. Mãe que trabalha, que festeja e cria filho sozinha. Mãe que ensina as outras com suas próprias experiências. Uma geração totalmente nova nessa função tão linda que é gerar uma nova pessoa.

Nenhuma mulher tem a obrigação de gerar uma nova vida, porque nem toda mulher cresce e leva isso como meta na sua vida. Diversas pessoas dizem que sentem a maternidade batendo na porta em determinada idade, mas conheço pessoas que nunca sentiram esse desejo. Acredito que ninguém nunca está pronto para o nascimento de uma criança, porque maternidade não segue regras. Sempre haverá surpresas pelo caminho, então é mais fácil aceitar isso e se adaptar ao que essa nova vida representa.

Mas Camila, você não é mãe. Por que está falando tudo isso com tanta certeza? Como disse anteriormente, eu adoro seguir mães em redes sociais. Gosto de aprender com suas experiências e vivenciar histórias junto com elas. É incrível acompanhar um bebê virando uma criança com tanta opinião e autonomia. E ver uma mulher, se tornar mãe. É uma transformação incrível, sinto como estivesse fazendo parte daquela família. Pela maneira como a comunicação é feita nas redes sociais, pela vivência das experiências e por acompanhar o crescimento. Não precisa ser mulher ou ter filhos para admirar o trabalho de uma mãe.

As gerações futuras sempre irão superar as passadas e assumir seus lugares.

Hatake Kakashi

Já ouvi mais de uma vez a frase “Jamais colocaria um filho no mundo para viver essa destruição do mundo”. Mas o que algumas pessoas não entendem é que criar um filho faz parte de um mundo melhor. Você está construindo um ser humano e ensinando coisas boas e corretas. Parece um trabalho de formiguinha (e talvez seja mesmo), mas podemos esperar uma geração criada de uma forma tão diferente.

Não existe receita para criar um filho. Não existe mãe perfeita. Se tem algo que aprendi acompanhando essas mães e vendo pessoalmente, é que sempre iremos cometer pequenos erros nessa função de mãe. Mas existem milhares de coisas maravilhosas que espalhamos quando ajudamos no crescimento dessa criança. Não precisa ser mãe, pode ser tia, prima ou irmã. Seja homem ou mulher, podemos participar desse momento. Participar da criação de uma geração nova, que (pode sim) mudar o mundo que conhecemos hoje.

Nesse dia das mães, a mensagem desse texto é: Seja uma boa mãe para seus filhos. Divida bons momentos e repasse seu conhecimento. Deixem seus filhos criarem experiências próprias e continuem mantendo suas vidas. Vocês não deixam de ser mulheres independentes quando viram mães. Porque ter filho não te impede de continuar aproveitando a vida, apenas inicia uma nova parte dela. Continuem com esse trabalho incrível que é ser mãe!

Para finalizar o texto, quero indicar um feed que eu adoro acompanhar: Tret4s . As descobertas de uma família criando duas meninas tão diferentes e (extremamente) fofas. Mensagens escritas pela mamãe e pelo papai (que possui um instagram incrível também), portanto é impossível não se emocionar!

You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: