Tapa Virtual

Camila, colunista da Tapa Virtual, sorrindo e piscando

Sabe aquela típica paulista de 24 anos? Sou eu, Camila. Nascida e criada em São Paulo, com um nome retirado de uma música. Cresci assistindo filmes da Disney e mergulhada em livros de aventura, o que me fez ter vontade de escrever outras tantas histórias. Expandi meus gostos literários e minha lista de filmes só cresceu desde então.

Então, virei confeiteira e me formei em Gastronomia. Proprietária da minha empresa de doces (Docinhos da Villa) e sócia da Aline, que também é minha namorada. Nossa versão casal vai muito além das coisas gostosas que cozinhamos por aqui. Levantamos a bandeira nerd com orgulho. Troco vida noturna agitada por cinema, Netflix, comida boa e jogos (todos os tipos, todas as plataformas). Também sou mãe de um gato gordinho chamado Astor e fico cada vez mais colorida com diversas tatuagens.

Camila, colunista da Tapa Virtual, com a namorada Aline

Decidi mergulhar no mundo da escrita aos 15 anos, depois de muito apoio de uma professora da época. Criei um blog e passei a escrever textos pessoais, cheios de conselhos e histórias baseadas em qualquer coisa (desde músicas até frases escritas em ônibus). Depois de um tempo abandonei o blog, nesse momento ele é fechado para leitura, e passei a me dedicar a outros passatempos, como séries, filmes, música e por aí vai.

Camila, colunista da Tapa Virtual, segurando um gato chamado Astor

Como surgiu a coluna Tapa Virtual?

Se teve algo que desenvolvi muito bem nesses anos de amizade com a Ê, foi dar conselhos.  Uma amiga precisa estar pronta para solucionar qualquer crise independente da distância, certo? Mais precisamente 3.035,7 km (Obrigada, Google!).

Entre muitas conversas surgiu a expressão “vou te dar um tapa virtual para ver se criar juízo!” e isso pegou! Desde então, eu vivo dando conselhos reais e distribuindo alguns tapas por aí… Então, por que não ampliar isso e ajudar pessoas com problemas parecidos por todo o país? Afinal, se funciona com quem criou esse blog… Deve funcionar para mais alguém, certo?