Popcorn

O outro pai: prepare-se para rir dessa trama maluca

14 de dezembro de 2019

Gênero: comédia, drama
Ano: 2019;
Roteiro e direção: Gabriela Tagliavini
Sinopse: Quatro irmãs se envolvem em um caso misterioso desencadeado pelo último desejo de sua mãe morta. Antes de morrer, a mãe faz um vídeo para cada uma de suas filhas que contém uma série de revelações sobre um segredo de família que deixará o mundo delas de cabeça para baixo e juntas saem em uma jornada que as ajudará a se redescobrirem. (Filmow)

Pai é quem cria

O que você faria se, ao receber a notícia de que sua mãe faleceu, você também recebesse um video dela. No qual, ela conta que o cara que você chamou de pai a vida inteira, na verdade não é seu pai. E que cada um dos seus irmãos é filho de um pai diferente. Mas, como tudo pode piorar, vocês só vão receber a herança, depois de descobrirem quem são os pais biológicos de vocês. Em O outro pai, é essa a premissa. Sendo assim, as quatro irmãs, muito diferentes entre si e acostumadas a brigar umas com as outras, se preparam para embarcar em uma aventura. Ou seja, é de se esperar que saiam muitas brigas dali e que elas se matem antes do fim da missão. Apesar de abandono paterno ser comum no mundo todo e nada engraçado, O outro pai não é exatamente sobre isso. 

Na verdade, a mãe queria ter filhos, o pai de criação não podia e “liberou” ela para engravidar de outros caras. Mas, com a condição de que ele criaria quantos filhos eles tivessem juntos. E, quando digo que elas são muito diferentes entre si, não estou brincando. Claudia, é uma mulher que sempre tentou manter a pose. Enquanto, na verdade, seu casamento desceu ladeira abaixo há muito tempo. Lucia tem uma vibe de viver perigosamente e é lésbica. Coisa que a família lida bem, mas que ela ainda precisa resolver internamente. Sara tem a cabeça totalmente focada em trabalho, só que ainda existem questões amorosas a serem resolvidas. E, para fechar o quarteto, temos a caçula Sofia. Ao contrário das irmãs, ela sempre se sentiu desencaixada na família e suspeitava de que tinha algo errado ali. 

Risadas e lições

Tem um dito popular que fala que família é tudo igual. E, apesar de sabermos que não é exatamente tudo igual, algumas coisinhas realmente se repentem. Sendo assim, é bem fácil sentir empatia pelos personagens e você vai entrar na torcida pelas meninas, com certeza. Só que a busca em si, não era necessariamente sobre os pais. A mãe deixa bem claro que gostaria que elas passasem mais tempo juntas. Desfrutassem da companhia umas das outras. Aprendessem umas com as outras. E esse é o ponto alto, na minha opinião. Essas lições por trás das risadas que você vai dar com o filme. São lições sobre amor, família e amizade, que podem passar despercebidas se você não estiver atento. É um roteiro maluco, engraçadíssimo e que vale assistir em um momento que você precisa relaxar. 

You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: