Li, Gostei, Resenhei

Will & Will – John Green e David Levithan

25 de junho de 2018

Autores: John Green e David Levithan;
Editora: Galera Record;
Páginas: 352;
Sinopse: Em uma noite fria, numa improvável esquina de Chicago, Will Grayson encontra… Will Grayson. Os dois adolescentes dividem o mesmo nome. E, aparentemente, apenas isso os une. Mas mesmo circulando em ambientes completamente diferentes, os dois estão prestes a embarcar em um aventura de épicas proporções. O mais fabuloso musical a jamais ser apresentado nos palcos politicamente corretos do ensino médio.

Faz muito tempo que li esse livro e não acredito que não tinha resenhado ele aqui ainda. Porém, como nunca é tarde para indicar bons livros, aqui estou. Esse foi o primeiro livro que li que tinha foco principal em um casal do mesmo sexo. E, por os personagens estarem na adolescência, uma fase de descobertas, é bem sensível e divertido. Mas, Will & Will não é um livro que trata só sobre orientação sexual. O livro também aborda a autoaceitação,  empatia, amizade e etc. Me interessei por ele, ao saber que o John tinha escrito. Se você já lê o blog há algum tempo, sabe que sou fã de carteirinha dele. Portanto, virou leitura obrigatória assim que lançou. Ainda não tinha lido nada do David Levithan, mas já vi que ele escreveu outros livros com casais homossexuais! 

A história de Will & Will se passa em Chicago e é narrada pelos dois personagens, de maneira intercalada. O primeiro, o Will Grayson é heterossexual, super na dele e de poucos amigos. Bem introspectivo, clássico dos personagens do John Green. Mas, ele tem um super amigo, o Tiny Cooper, que ajuda a deixar sua vida imprevisível. Tiny é um gay comunicativo, engrassado e bom amigo. E, para completar a trama desse primeiro Will, ele está apaixonado pela sua outra amiga, Jane.

O segundo Will Grayson é homossexual e também tem uma vibe meio mal-humorado e introspectivo. Esse Will mora em uma cidade próxima de Chicago e se apaixona virtualmente pela primeira vez. Achando que tinha encontrado o amor da vida, Will vai para Chicago encontrar o cara. Porém, ele leva um toco e a partir daí ele encontra com o outro Will. O livro em si mostra a adolescência de cada um deles e seus respectivos conflitos pessoais. Posso estar bem enganada, mas acredito que o John escreveu o Will hétero e o David escreveu o Will gay. E, apesar do nome igual e de serem mais introspectivos, os dois não tem mais muito em comum. 

Will & Will tem um inicio meio arrastado. Pelo menos até o encontro deles. Mas, apesar disso, John Green e David Levithan formam uma ótima dupla. Ambos tem uma escrita simples e contagiante. Então, o livro acaba te prendendo até o final e você termina de ler em pouco tempo. É uma super mistura de comédia, drama, romance e amizades fortes. Sem cair nos clichês adolescentes que encontramos por aí. Fiquei muito feliz pela naturalidade em que abordaram o tema da orientação sexual dos meninos. Sem ser algo gritante na trama. É tratado com a naturalidade que o tema deveria ser tratado na vida real. Os personagens tiveram muita autonomia para serem apenas eles mesmos, sem grandes rótulos, sabe?

A verdade pura e simples, raramente é pura e nunca simples de fato.

Amei também essa representatividade que ainda não tinha visto. Hoje em dia, uns 3 ou 4 anos após ter lido Will & Will, já conheço outros livros com a mesma pegada. Mas sei que ainda é uma abordagem nova e que pessoas com orientações sexuais diferentes do “padrão”, precisam ter esse apoio na literatura. Principalmente adolescentes que passam por períodos tensos de descoberta.  Então, apesar de Will & Will não ter um grande foco, é um livro bem necessário. Amei e super recomendo, principalmente para quem gostou do livro “Com amor, Simon“. 

You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: