Favoritando

Rébirthday: 6 séries que marcaram a minha vida #2

16 de maio de 2018

Como vocês sabem, o blog está comemorando seu aniversário neste mês e estamos com diversas postagens especiais para vocês. Na semana passada, tivemos um post especial contanto quais foram as séries que mais marcaram a vida da Ê. Portanto, hoje vamos falar das minhas seis séries preferidas da vida! São séries longas e curtas que de alguma maneira me marcaram e acrescentaram em minha vida. O tipo de série que sempre vou indicar quando alguém me perguntar. Então, vamos começar essa lista!

How I Met Your Mother (2005)

Sinopse: Em 2030, o arquiteto Ted Mosby conta a história sobre como conheceu a mãe dos seus filhos. Por isto ele volta para 2005 e relembra suas aventuras amorosas em Nova York, enquanto busca pela mulher dos seus sonhos. Enquanto isso, Ted aproveita para falar a jornada dos seus amigos: o advogado Marshall Eriksen, a professora Lily Aldrin, a jornalista Robin Scherbatsky e o mulherengo convicto Barney Stinson. (AdoroCinema)

Por que marcou: HIMYM é a série da minha vida. Eu chorei, ri e passei todos os momentos com os personagens. São tantas temporadas que fica impossível não se apegar aos personagens e se identificar. Eu passei a amar e torcer pelo sucesso deles de uma maneira absurda. Uma história de amizade que vou levar pra sempre comigo.

Skins (2007)

Sinopse: Skins é um drama inglês, voltado para a história de um grupo de amigos entre 16 e 18 anos, que vivem em Bristol. O grupo inclui Tony, um garoto popular, e sua namorada Michelle. Enquanto Sid, melhor amigo de Tony, continua virgem e tímido. Um garoto muçulmano (Anwar), um jovem gay (Maxxie) e uma garota com transtornos alimentares (Cassie). Jal, uma garota inteligente e privilegiada, mas com problemas familiares. Chris, garoto sem casa e despreocupado e Effy, a irmã de Tony. A primeira temporada foi basicamente uma introdução de todas as personagens da trama. (Filmow)

Por que marcou: Skins é uma série forte, disso não há dúvidas. Comecei a acompanhar na minha adolescência e aprendi muito com a série, devido aos episódios focados em cada personagem e em seus problemas pessoais. Uma série adolescente que mostra temas bem adultos da maneira correta. Acompanhei as três gerações e chorei com o final da série em 2013.

Glee (2009)

Sinopse: A história de Glee se passa dentro do McKinley High School. Quando o professor de espanhol Will Schuester  assume a coordenação do Glee Club, um clube musical largado às traças. Desde que Will fez parte dele quando estudante e acredita que pode deixá-lo pronto para o campeonato regional. (Filmow)

Por que marcou: Glee é uma série que ampliou visivelmente meu gosto musical. Eu passei a escutar diversos cantores e bandas por ter ouvido um cover na série. (Existe uma playlist especial com as minhas favoritas aqui.) Além disso, eu amava a ideia do colégio e como os integrantes eram ligados entre eles. Também entra nessa lista pela morte chocante do Cory Monteith, um dos protagonistas da série. É impossível não se emocionar com o episódio em sua memória.

Suburgatory (2011)

Sinopse: George Altman está tentando fazer o melhor que sabe para criar a sua filha, Tessa de 16 anos, na cidade. No entanto, quando encontra uma caixa de preservativos no seu quarto, resolve que está na hora de mudar e criar a sua filha num lugar mais saudável: Os subúrbios. Mas por trás das belas casas e jardins, há um novo mundo, o que faz George duvidar se a sua opção foi a melhor. (Filmow)

Por que marcou: Acompanhei a série nos anos finais do colégio e usava ela como escape da rotina doida da época. Uma série que retrata tudo com leveza e consegue fazer uma boa comédia de maneira simples. Além disso, é impossível não adorar a Tessa e o estilo paizão do George.

The New Normal (2012)

Sinopse: Bryan e David formam um casal bem sucedido, tanto profissionalmente quanto na relação a dois. Mas algo está faltando para completar a felicidade do casal: um filho. Buscando uma mãe que sirva de barriga de aluguel, eles conhecem Goldie, uma jovem que trabalha como garçonete, enquanto sonha em se tornar advogada. Goldie já tem uma filha de nove anos, Shania, fruto de um casamento mal sucedido. E é pensando no futuro da menina que ela decide se tornar barriga de aluguel. Tudo poderia ser tranquilo se não fosse por Jane, a avó dominadora e preconceituosa de Goldie. (Filmow)

Por que marcou: Uma série totalmente amorzinho. The New Normal consegue encantar com a relação bem construída entre os personagens e com ideia base. Ver Bryan e David tentando conquistar uma família e lutando por um filho me emocionou em diversos momentos. E sei que isso interfere no meu desejo de ser mãe, um motivo bônus no meu caso.

Steven Universo (2013)

Sinopse: A série segue as aventuras de Steven, um garoto que herdou uma poderosa missão e, junto de seus amigos Garnet, Amethyst e Pearl, precisarão proteger o mundo de certas ameaças. Enquanto Steven tenta descobrir como usar sua herança, ele passa seus dias na Beach City se divertindo com seus amigos. (AdoroCinema)

Por que marcou: Como já comentei nessa postagem, Steven roubou meu coração faz pouco mais de um ano. Além disso, é o primeiro desenho que acompanho com tanto amor. Eu amo ver como o Steven é uma pessoa tão bondosa e como ele consegue ser positivo em diversos momentos. O universo de Steven é incrível e tem sido uma honra acompanhar isso. Inclusive, sei que vou carregar a série pra sempre comigo: em forma de tatuagem.

You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: