Acesso Hallyu

Persona: quatro curtas-metragem para explodir sua mente

28 de abril de 2019

persona_1

Parece que o conceito de Persona está em alta na Coreia do Sul. Além de estar presente no último mini álbum do BTS, estreou na Netflix a antologia composta por quatro curtas-metragem. Cada curta foi dirigido por um diretor diferente, sendo eles: Lee Kyung Mi, Im Pil Sung, Jeon Go Woon e Kim Jong Kwang. E tem como estrela principal a solista IU (Lee Ji Eun). Mas, o elenco também possui outros atores conhecidos como Bae DooNa (sense 8) e Park Hae Soo (prison playbook). Agora, se você for assistir Persona, prepare-se para explodir a própria mente buscando compreender os curtas.

Love Set

PERSONA_Love Set

Persona já começa bem agitado com o primeiro curta love set. Aonde a personagem central vivida pela IU mostra interesse romântico no parceiro de tênis da personagem de Bae Doona. No começo as duas estão em uma partida de tênis para descobrir qual delas vai poder ficar com a personagem masculina no final. Porém conforme as partidas vão se prolongando a disputa começa a parecer ainda mais pessoal, como uma partida de egos entre as personagens.

Collector

persona_Collector

O segundo curta, Collector, parece mais bem elaborado. No começo, a personagem central mostra uma boa dose de mistério. Ou seja, você já começa a se perguntar que tipo de pessoa ela pode ser. Mas, no decorrer da trama algumas referências a água chamaram bastante atenção. E, no desfecho, todas as referências me lembraram um conto de sereia, onde a moça atrai os homens para conseguir seus corações.

Kiss Burn

persona_Kiss_Burn

O enredo conta a história de uma garota que, ao perceber que sua amiga não foi a escola, vai até a casa dela ver se está tudo bem. Inclusive, para ser sincera, esse foi o curta que menos me chamou atenção. Afinal, a trama parece bem mais simples que o restante. Mas, a cena mais marcante talvez seja a do final. O que faz com que os 19 minutos valham a pena.

Walking at the Night

persona_Walking_at_the_Night

Esse talvez seja o curta mais sensível da antologia. Nele, a protagonista já é falecida e aparece uma última vez no sonho do ex-namorado. A história começa a se mostrar mais delicada ao tratar de temas como suicídio. Além da dúvida sobre o pós morte e é ainda pior quando a personagem diz que nenhum dos dois se lembrará daquela conversa depois que ela acabar. Ao mostrar momentos simples em que o casal passou junto, a trama mostra como devemos aproveitar esses momentos da vida.

E aí, qual foi o seu curta-metragem favorito em Persona?

You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: