Para amar

Pela Leveza: deixando as mentes mais leves e o mundo melhor

7 de agosto de 2018

Vocês sabem que eu amo compartilhar projetos bacanas aqui no blog. Principalmente, quando são feitos por ou para mulheres. Recentemente participei da segunda turma do curso Efeito Orna e conheci a Kamila Hauer. Ela, assim como milhares de jovens, não se sentia feliz com a faculdade que cursou e a vida parecia tomar um caminho nada satisfatório. “Acho que não é novidade que eu não pretendo exercer minha profissão, sou advogada mas não encontrei no curso de Direito o que eu esperava pra minha vida. Não encontrei meu propósito lá”, relatou Kamila. Seu projeto me chamou atenção por duas coisas: 1- Kamila passa a mensagem, mesmo quando não tem a intenção, de que não estamos presos a nada. Nunca é tarde para mudar e correr atrás de algo que nos faça mais felizes.

Antes de mais nada, eu gostaria de reforçar essa mensagem. Se você aí, que está lendo isso, se sente preso a algo por que custou anos da sua vida, pode parar agora! Pense em todos os anos que você ainda tem pela frente. Se pergunte: Quero realmente perder mais 10, 20 ou 30 anos fazendo/vivendo algo que não me faz feliz? Portanto, procure ir atrás do que deseja. “Eu precisava encontrar algo que me fizesse vibrar. O curso do Efeito Orna veio exatamente nesse momento, me inscrevi na primeira turma. Depois do Efeito Orna eu me descobri multipotencial. Descobri que eu posso ser e fazer o que eu quiser. Isso tem mudado a minha rotina e perspectiva para o futuro. Já que eu me via presa a uma formação que não tem nada a ver comigo”. E 2- a leveza do seu projeto.

De um blog até um negócio de família

Se tem algo em que eu acredito é: nossos pequenos fracassos formam nosso sucesso. Após tentar uma parceria com uma amiga que não deu certo, Kamila decidiu ocupar sua mente ansiosa e criou o blog Breve Relato. Aonde ela se propôs colocar o amor em movimento. Mas, sua mente inquieta não lhe deixou parar por aí. Suas avós e sua mãe já bordam há anos e, a partir disso, Kamila quis aprender a bordar, para aprender uma nova atividade e bordar seus insights de maneira contemporânea. “Para a inauguração do Orna Café e eu bordei minha primeira camiseta para ir para lá, o pessoal que viu adorou e eu resolvi investir de fato em produtos bordados à mão, assim surgiu o Pela Leveza, eu precisava ser mais leve no meu dia a dia e eu quero propagar esse movimento para o maior número de pessoas que eu puder”. 

Dessa maneira, os sete meses de 2018 ficaram lotados de planejamento. “Já que me descobri multipotencial, decidi que teria uma empresa que ofereceria, além de produtos focados no feito à mão, valorizando a mulher que empreende, também ofereceria serviços que pudessem tornar a rotina das pessoas mais tranquila. Dessa forma eu consigo explorar todas as minhas potencialidades e ajudo um maior número de pessoas”. Ao lado de sua mãe, Luciane, Kamila abriu uma MEI e passou a desenvolver produtos, que seguem em evolução.

Mas, o que a Pela Leveza oferece?

Elas buscam propagar uma mudança no estilo de vida das pessoas. Portanto, elas oferecem: Assessoria Organizacional, onde cuidam de ambientes, eventos e rotina, ensinando a organizar de maneira funcional. Ou seja: a fazer descarte, reutilização e doações. Buscando tornar a vida mais leve e produtiva. “Na organização de eventos focamos naqueles de pequeno porte, principalmente mini wedding. Já que eu trabalhei durantes dois anos com uma renomada cerimonialista (hoje ela tem um projeto de wedding destination na Itália). Aqui o foco é ajudar pessoas a organizar seu evento, principalmente no dia, oferecendo o trabalho de cerimonial”.

Também propagam o consumo consciente, reutilizando materiais, roupas e objetos. Incentivando o faça você mesmo e o consumo de produtos feitos à mão. “Aqui, nossa ideia é a seguinte: quando nos contratarem para assessorar na organização de algum ambiente da casa, por exemplo, um quarto, nós vamos focar em reutilizar o que a pessoa já tem para auxiliar na setorização. Dessa forma, não vamos incentivar a compra de organizadores. Caso seja necessário comprar algo, nós incentivaremos que comprem de mulheres que empreendem. Por exemplo, teremos cestos organizadores para oferecer, feitos por nós, com tecidos (já que a intenção é evitar o uso de plástico)”. Por fim, elas também auxiliam com Marketing e Posicionamento Digital. Dessa maneira, elas ajudam pequenas empreendedoras a alavancar seus projetos e marcas. “A ideia é colocar os aprendizados do curso em prática ensinando a usar as redes sociais como impulsionadores de negócio”, finalizou Kamila. 

Você quer acompanhar esse projeto? Então, siga o Breve Relato e o Pela Leveza.

You Might Also Like

2 Comments

  • Reply Kamila Hauer 8 de agosto de 2018 at 21:43

    Que amor Ê! Muito obrigada por me ajudar a propagar leveza por aí ❤️ Teu trabalho é demais, fico muito feliz por fazer parte também, obrigada obrigada!!

  • Reply Jonas 7 de agosto de 2018 at 19:15

    Parabéns pelo trabalho Kamila Hauer…. Sucesso com essa sua mente brilhante…

  • Comente aqui: