Acesso B

Retrospectiva: os 5 k–dramas favoritos de 2018 ft. Ê

30 de dezembro de 2018

O ano de 2017 foi tumultuado e acabei deixando de assistir vários k–dramas. Como as tramas lançadas em 2018, no geral, não me chamaram muita atenção, acabei usando o tempo para assistir os k–dramas atrasados. Portanto, alguns k–dramas da lista não foram lançados esse ano, mas se você ainda não assistiu, vale bastante a pena. Além disso, convidei a Ê para me ajudar a criar a lista de k-dramas favoritos. Já que ela os conheceu esse ano! Além de estar compreendendo melhor as diferenças de roteiro. Inclusive, ela ainda acha todos os boys coreanos muito brutos e ainda precisa se acostumar com isso. Mas, faz parte né? Esperamos que gostem! 

Favoritos da Gio

Because This Is My First Life

Ano: 2017;
Gênero: comédia romântica;
Sinopse: Yoon Ji Ho  (Jung So Min), é uma mulher solteira no início dos 30 anos que se vê a procura de uma casa para morar, mas por problemas financeiros é obrigada a procurar uma casa para dividir. É assim que ela encontra Nam Se Hee  (Lee Min Ki), também na faixa dos 30 anos que escolheu não se casar, indo contra os planos da própria família. É nesse cenário que a vida das personagens se cruzam e começa o desenrolar da trama. 

Essa história foi me ganhando cada vez mais conforme eu ia assistindo. O começo é um pouco clichê, o que acaba sendo o ponto negativo da trama, mas a partir do episódio 3 as coisas começam a se desenvolver melhor. A sintonia entre os atores é incrível, e só agrega nos prós da história. As personagens coadjuvantes são bem desenvolvidas e entre um dos temas secundários tratados na história estão o abuso no trabalho, que é bem abordado no enredo. A comédia que se desenvolve a cada episódio é muito boa, e é o que vai distanciando um pouco o k–drama do clichê.

Age Of Youth 2

Ano: 2017;
Gênero: comédia, drama;
Sinopse: Durante a segunda temporada, as consequências dos acontecimentos da primeira temporada continuam repercutindo na vida das meninas. A república agora recebe uma nova integrante, Jo Eun (Choi A-Ra), que guarda um segredo que vai influenciar no drama principal do enredo. 

O ponto negativo na segunda temporada foi a troca de elenco, mas souberam muito bem como contornar a situação, inclusive usando a circunstância da troca de atrizes para o papel de Ji Woo, criando cenas de humor. O destaque dessa temporada em relação a primeira é um foco maior em um drama principal, que é desenvolvido atingindo mais personagens menos desenvolvidas na temporada anterior. O enredo ainda continuou tratando de temas pouco abordados em k-dramas. Além de trazer um pouco mais de diversidades nas personagens, ainda que secundárias. 

What’s Wrong With Secretary Kim

Ano: 2018;
Gênero: comédia romântica;
Sinopse: Lee Young Joon  (Park Seo Joon) é vice presidente de uma grande companhia e se vê em um grande empecilho quando sua secretária, Kim Mi So  (Park Min Young), resolve se demitir. Afinal, qual motivo ela teria para deixá-lo ? 

Esse k-drama tinha tudo para ser super clichê, mas o humor salvou toda a história. Esse k-drama utiliza bastante de quebra de expectativas, ou seja, quando você menos espera, uma cena super engraçada acontece. Os atores coadjuvantes colaboram bastante para o clima descontraído do enredo e concentrá-los no ambiente da empresa deixa o clima bem mais leve. O ponto fraco é a tentativa dramática de unir as personagens desde a infância. Felizmente, isso não atinge tanto o enredo no geral, não deixando de ser menos divertido de assistir. 

Favoritos da Ê

Um tempero de outro mundo

Ano: 2018;
Gênero: comédia romântica; 
Sinopse: Remake do drama coreano “Oh My Ghost”. Quando uma chef tímida é possuída por um espírito atrevido, sua nova personalidade atrai o olhar de uma antiga paixão, um figurão da gastronomia. A personagem principal passou a vida inteira sendo atormentada por espiritos. Em algumas situações por que queriam brincar com ela, em outras por que queria amedronta-la. Em geral, eles sempre conseguiam, o que fez com que ela tivesse uma personalidade tímida e nunca lutasse pelo que realmente quer. Enquanto isso, a garota que morreu e toma conta de seu corpo, precisa descobrir o motivo de sua morte. As duas histórias se entrelaçam e uma amizade bem legal surge a partir disso.  (Filmow)

Esse foi o último k-drama que eu vi no ano e me arrancou boas risadas. Eu não cheguei a assistir o k-drama original, já que Um tempero de outro mundo é um remake. Portanto, não posso afirmar qual é melhor. No entanto, eu amei como a trama foi construída. Principalmente, como a história das duas personagens estão entrelaçadas. Apesar de ser uma série de comédia, ela também tem uma profundidade na construção que dá um fundinho de suspense. Os personagens são cativantes e complementam bem a série. Vale cada segundo, por que o desfecho é perfeito. 

Good morning Call

Ano: 2016;
Gênero: romance;
Sinopse: Conta a história de Yoshikawa Nao (interpretada por Fukuhara Haruka), que no último semestre do ginasial acaba tendo que tomar uma decisão difícil: morar sozinha, por motivo de trabalho dos pais. Até aí, tudo bem, exceto pelo fato de descobrir que o mesmo apartamento que alugou também tinha sido alugado por outra pessoa, Uehara Hisashi (interpretado por Shiraishi Shunya), um estudante de seu colegio. No início, Uehara não aceita morar junto com Nao, mas como já é esperado, eles terminam morando juntos e adivinhem… eles acabam se apaixonando. (Filmow)

Talvez esse não seja o melhor k-drama do mundo. Na verdade, ele é bem bobinho, mas fofo e divertido para passar o tempo. Além disso, foi o primeiro k-drama que vi no ano e o que me fez gostar desse estilo de série. Apesar de achar o personagem principal super grosseiro e babaca com a menina, já percebi que é o jeitão dos coreanos mesmo. Tanto a primeira, quanto a segunda temporada, seguem o mesmo ritmo de menina boba apaixonada pelo cara meio playboy. Como eu disse, não é uma série incrível, que vai mudar sua vida, mas pode te divertir por algumas horas!

Age of youth 

Ano: 2016;
Gênero: comédia romântica;
Sinopse: As estudantes universitárias Yoon Jin Myung, Jung Ye Eun, Song Ji Won, Kang Yi Na e Yoo Eun Jae dividem uma casa. Jin Myung está ocupada apoiando-se financeiramente e estudando. Ela sofre de insônia. Ye Eun é dedicada ao seu namorado, ela é clara sobre o que ela gosta ou não. Ji Won tem uma personalidade brilhante e gosta de beber. Yi Na é popular devido à sua aparência bonita. Eun Jae é tímida, mas ela tem um gosto único para homens. (Filmow)

Desculpa, gente, não deu para não repetir esse nominho na lista. Comecei a ver ele através de indicação da Gio e viciei. Sem dúvida alguma, esse é meu k-drama favorito do ano. Amei a construção da personalidade das personagens. Principalmente por que todas elas são bem trabalhadas, nenhuma é rasa ou tem um papel meio atoa na trama. Além disso, a história trata de vários temas delicados da melhor maneira possível. Se você gosta de séries com mulheres incríveis, divertidas e super amigas, assista esse k-drama!

You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: