Dois Quartos

O real significado do Dia Internacional da Mulher

11 de março de 2020

foto em preto e branco de mulheres protestando e segurando placas

Domingo passado, 8 de março, foi comemorado o Dia Internacional da Mulher. Aquele dia que muitos homens acham que basta dar um “parabéns”, lavar uma louça, dar um chocolate que todos os outros dias serão esquecidos e relevados. Que não entendem o real significado da data.
A origem do 8 de março não está muito clara. Uns dizem que foi o dia que uma fábrica pegou fogos, matando várias mulheres, outros dizem que começou na Rússia. Mas, na verdade, a origem não vai mudar o significado desse dia. Um dia em que lembramos da importância da mulher na sociedade e no mundo.

Um dia que comemoramos todos os direitos já conquistados e reforçarmos ainda mais os que ainda dever ser.

E, cada ano que passa, podemos ver a força que esse dia tem. Manifestações grandiosas acontecem pelo mundo todo. Nossas irmãs chilenas, todo ano, dão uma lição para todas nós de como paralisar um país em prol da luta das mulheres. As mexicanas, esse ano, também mostraram que estão indo por esse mesmo caminho.

Legal, Helena. Mas eu, que sou homem, não posso das parabéns, dar uma flor ou um chocolate? Pode. É claro que pode. Inclusive, também há essa discussão entre os tipos de feminismos. Mulheres negras dizendo que querem sim receber flores porque elas nunca ganham flores.

Então, sim. Dê flores.

Também entenda que dar uma flor em um dia do ano não vai apagar aquela vez que você fez piada machista, aquele assédio que você cometeu e nem aquela vez que você se beneficiou do seu sexo pra ganhar mais que a coleguinha e achar normal. E também não vai valer de nada seu stories “celebrando a vida das mulheres” se você continuar com todas essas atitudes e mais tantas outras já tão conhecidas.

O Dia Internacional da Mulher não é o dia que o homem tira para ser “bonzinho” com sua mãe, sua irmã, sua esposa. É o dia que todes nós, independente de orientação sexual, temos que nos lembrar de mulheres que lutaram, que lutam e que lutarão. Por direitos, por espaço, por dignidade. E essa luta não acontece em um único dia do ano, mas também nos outros 364.

You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: