Para amar

Nothing But Thieves: quem aí gosta de rock alternativo?

21 de agosto de 2018

A banda britânica, Nothing But Thieves, mistura rock alternativo com elementos do pop. Dessa maneira, apesar de eventualmente ser comparada a bandas como The Neighbourhood e The Killers, Nothing But Thieves produz um som único. Bem diferente de tudo o que estamos acostumados a ouvir. A banda nasceu em 2012, com o lançamento do EP “If You Don’t Believe, It Can’t Hurt You”. E, no ano seguinte, já lançaram o segundo EP, intitulado “Graveyard Whistling”. Mas, foi só em 2015 que a banda ganhou sucesso mundial, com o lançamento do primeiro álbum de estúdio “Nothing But Thieves”.  Sendo assim, eles chamaram a atenção das grandes bandas do rock alternativo. O que resultou no convite da banda Muse, que os convidou para abrirem os shows na turnê Drones World Tour.

O segundo álbum, “Broken Machine”, veio m 2017, trazendo grande responsabilidade. Afinal, eles conseguiriam ou não manter o sucesso do primeiro? Mas a banda só provou o quanto amadureceu nos últimos dois anos. Além de mostrar o quão disposta está em debater a saúde mental em suas composições. Inclusive, no meio de sua tentativa de reinventar o rock anternativo, Nothing But Thieves compõe letras mais profundas do que estamos acostumados a ver/ouvir. Suas letras costumam falar sobre vícios, amadurecimento e saúde psicológica, entre outros temas. Portanto, Nothing But Thieves consegue te fazer refletir sobre o processo de amadurecer, ao mesmo tempo que joga seu humor para cima e te faz dançar. Definitivamente, é um mix único. E, como o proprio nome da banda diz, esses ladrões vão roubar o seu coração imediatamente. Aperte o play!

Sorry 

Wake Up Call

Number 13

Excuse me 

Neon Brothers

Ouça mais músicas de Nothing But Thieves em nossa playlist!

E aí, eles roubaram ou não seu coração? Se você quer ouvir mais da banda, basta acessar nossa playlist diretamente em seu spotify e aproveitar! Ah, não esquece de recomendar outras bandas que você gostaria de ver aqui no blog, ok?

You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: