Favoritando

The Fosters: 4 motivos para começar essa série incrível

29 de agosto de 2018

Se você ainda não assistiu a série The Fosters, precisa lhe dar uma chance imediatamente. A trama acompanha Lena, uma orientadora escolar, que ao lado da esposa Stef, uma policial, tem três filhos. Na realidade, Brandon, o filho mais velho, é fruto do primeiro casamento de Stef, com um homem. Os gêmeos Jesus e Mariana foram adotados ainda pequenos, pelas duas, e Callie e Jude chegam na primeira temporada para dar uma abalada na estrutura familiar. Callie e Jude estão no sistema de adoção há muito tempo, passando de casa em casa, quando acidentalmente vão parar nas mãos de Stef e Lena. E, como coração de mãe sempre cabe mais um, não demoram para ganhar espaço na casa da família. Antes de mais nada, se você quiser ler a resenha sobre a série, basta clicar aqui

A resenha foi feita logo quando The Fosters lançou, mas garanto que o seriado só melhorou com o tempo. A série tem um jeito incrível de abordar certos temas, com bastante naturalidade e sem ficar dando rodeios. Além de possuir diversos plot twists super bem feitos e algumas cenas de tirar o fôlego. Dessa maneira, The Fosters tem muito a ensinar e acredito que todo mundo precisa tirar um tempinho para vê-la. Então, separei 4 pontos fortes da série para te convencer de vê-la imediatamente. E, se você já é fã da série, comenta aí sua opinião, para incentivar mais pessoas a assistir, ok? 

O tema principal é a adoção

Pouco ainda se sabe sobre adoção. Sabe-se, muito por alto, sobre o quanto é um processo burocrático. Mas, sejamos sinceros, ninguém fala abertamente sobre o que as crianças que estão para adoção passam nesses lares temporários. Em The Fosters, temos isso bem as claras. Sem romantizar o assunto. E, por mais que não seja exatamente igual ao sistema de adoção no Brasil, já nos dá uma base do sofrimento que essas crianças e adolescentes podem enfrentar. Ou seja, além de ser um ótimo entretenimento, The Fosters é uma boa fonte de informação. 

Tabus? Aqui não existem! 

Uma das melhores coisas de The Fosters é a capacidade de tratar sobre tudo, sem rodeios ou romantização. E quando eu digo tudo, é tudo mesmo. Estupro, drogas, sexo na adolescência, aborto, orientação sexual, transexual, relacionamento abusivo, entre muitos outros temas. Tudo é bem debatido, explicado e orientado como devemos agir da melhor maneira ao enfrentar casos semelhantes. Eles também costumam mostrar as falhas no sistema educacional. Como, por exemplo, o por que de não ensinarem educação sexual para todos os tipos de orientações. Ou sobre como menores infratores são tratados injustamente. Mais uma vez, The Fosters cumpre sua função de ser muito mais do que um simples entretenimento e chega a chocar com a realidade de algumas cenas.

Adolescentes podem ver o outro lado da situação

The Fosters mostra bastante o lado dos adolescentes, mas sempre mostra o lado das mães também. Lena e Stef estão sempre conversando e ponderando, para tomar as melhores decisões para os filhos. Sobre como vão agir sobre a orientação sexual de Jude ou como vão reagir sobre os filhos fazendo sexo na adolescência. Para nós, que ainda não somos pais e até passamos tempo demais julgando as decisões dos nossos, é interessante ver o outro lado. Ver como nossos pais podem sofrer com nossas atitudes e problemas. Acho que ajuda a todos os adolescentes mais atentos a refletir um pouco sobre o próprio comportamento. 

Criação baseada no afeto

Como eu disse, Lena e Stef sempre conversam buscando a melhor decisão para os filhos. E, mais do que isso, elas sempre procuram sentar e conversar com eles também. A gente percebe que a educação e criação dada para cada um deles é baseada no amor, acima de qualquer coisa. Portanto, por pior que seja a situação, elas sempre procuram ponderar e agir de maneira que não coaja os filhos. Dessa maneira, elas procuram mostrar o por que eles erraram e o por que não podem repetir aquela situação. É sensacional e acho que tem muitos adultos que podem aprender com a série também! Respeito, afeto e empatia em primeiro lugar. 

Ps: The Fosters já está finalizada, então você nem vai precisar ficar na ansiedade por episódios novos. Pode simplesmente sentar e maratonar! Quer coisa melhor?!

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply Destaques de agosto: Marcella, ANSWER e Efeito Orna | Ré Menor 31 de agosto de 2018 at 20:37

    […] um spin-off com a Callie e Mariana!!!!! Morta e ansiosa estou. E, se você ainda não viu a série, lê esse post aqui e vá ver […]

  • Comente aqui: