Popcorn

A Young Doctor’s Notebook: minissérie de humor ácido

8 de setembro de 2018
 Foto divulgação de A young doctor's notebook
Categoria: Minissérie
Gênero: Drama, comédia;
Direção: Alex Hardcastle;
Sinopse: Situada na Sibéria, no ano de 1917, a história acompanha um jovem médico que mora em uma pequena comunidade convivendo com pessoas com baixa escolaridade, dominadas pelas superstições. Tentando ajudá-las, o médico começa a sentir o peso da responsabilidade, o que o leva ter dúvidas sobre sua capacidade profissional. (Filmow)

Cena da minissérie A young doctor's notebook

 Sobre A young doctor’s notebook and other stories:

A Young Doctor’s Notebook and other stories é uma minissérie britânica, baseada na coleção do escritor russo Mikhail Bulgákov. Mas, o fato mais intrigante na trama é que as histórias do livro foram inspiradas na vida do autor. A comédia dramática e (muito!) irônica, acompanha um médico que está relembrando o inicio da carreira. A partir do momento em que relê o seu diário. A trama se passa em 1916, quando o recém-formado foi enviado para substituir um falecido médico, Leopold Leopoldovich, em um hospital de uma aldeia, durante a Revolução Russa. Dessa maneira, os ajudantes do hospital logo estranham a juventude dele. E, portanto, mantem uma constante comparação com o seu antecessor.

A Young Doctor’s Notebook foi estrelada por Daniel Radcliffe, que interpreta o “eu” jovem do personagem. Enquanto o Jon Hamm interpretou o “eu” mais velho e maduro. A narrativa é bem dinâmica e divertida. O “eu” mais velho auxilia e discute com o seu “eu” mais novo e inexperiente. Sendo assim, esses conflitos costumam rendem boas risadas. Dessa maneira, esses são os momentos das piadas mais ácidas, beirando a humor negro. São apenas 4 episódios de vinte e três minutos, em cada temporada.

Realismo fantástico beirando a loucura

Além disso, o cenário, figurino e todo o resto ficaram muito bem feitos. Os personagens secundários de A Young Doctor’s Notebook são esquisitos e cômicos. Combinando perfeitamente com a trama. As discussões do personagem principal com ele mesmo, equilibra bem o drama da guerra com a comédia. Não indico a minissérie para aqueles que tem problema em ver sangue. De verdade, o sangue chega a ser surreal. O que, no caso, deixa bem claro que é sangue falso. Mas, não tenho certeza se todo mundo tem estômago para assistir essas cenas. Para os que não tem problema com sangue, garanto que é uma ótima minissérie de comédia. Principalmente, se você gostar de humor ácido, a minissérie deixa um gostinho de quero mais. 

You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: