Being Êrica

25 antes dos 25: só falta um ano para chegar lá

16 de janeiro de 2020

Dentro de uma semana, será meu aniversário de 24 anos. Isso me lembrou que, 2 anos atrás, eu escrevi uma lista de 25 coisas que eu quero realizar antes dos 25 anos. Falta um ano. Só um. Sendo assim, fui reler a lista, para ver o que eu precisava fazer ainda esse ano. Imagina qual foi o tamanho do meu susto, quando percebi que eu, provavelmente, achei que ia ganhar na mega da virada nesse meio tempo. Por que, só assim mesmo para eu conseguir realizar tudo aquilo que eu me propus. Pelo menos, no pequeno espaço de 3 anos, ainda mais com a ausência de educação financeira na minha vida. Reli tudo e percebi que, além disso, muita coisa mudou nesse período. Algumas metas não fazem mais sentido, outras podem ser facilmente adiadas. Outras eu até acho que não vou realizar em um ano, mas não quis abrir mão.

A gente muda o tempo todo e as metas também. Então é, no mínimo, engraçado rever uma antiga lista de metas. Me fez refletir sobre como a gente muda com algumas coisas e que outras nunca deixam de fazer parte de nós. E, mais do que isso, vale parar para pensar sobre como está tudo bem não cumprir certas coisas e mudar alguns itens de uma lista que não te contemplam mais. Ao invés disso, é melhor focar em todas as coisas que fizemos de bom e não estavam planejadas e nas que conseguimos cumprir. Portanto, resolvi atualizar alguns itens dessa lista, para torna-la mais real, verdadeira e possível para a Êrica que fará 25 anos em alguns dias.

Já completei

2. Conhecer pessoalmente toda a equipe do Ré:

Na época que escrevi, a equipe era completamente diferente da atual. Mas, foi em 2018 que eu realmente comecei a conhecer toda a equipe do blog. Primeiro conheci a Mila, que não está mais na equipe, mas é uma grande amiga. Depois conheci a Gio, que tinha entrado no blog em junho daquele mesmo ano. A Patrine entrou um pouco depois, mas nos conhecemos pessoalmente desde 2016. E, ainda em 2018, conheci a Roberta que entrou no blog em 2019. Por fim, mas não menos importante, a Helena completou a equipe, mas eu já conhecia ela pessoalmente desde fevereiro de 2019. Só que agora eu quero muito juntar todas nós em um único lugar. Fica aí como meta para os próximos anos.

5. Viajar com a minha mãe:

Em 2018, escrevi que tinha que ser para um país que tenha como idioma, a língua espanhola. E ainda quero muito levar minha mãe para algum lugar assim. Mas, ainda em 2018, fizemos duas viagens que foram maravilhosas e me fizeram perceber que não importa o destino, viajar com ela vai ser sempre muito bom.

6. Conhecer a capital e uma cidade do interior de 3 estados do Brasil:

Ainda quero MUITO aumentar essa lista, mas completei com São Paulo, Paraná e Santa Catarina.

12. Compartilhar mais os momentos bons:

De fato, passei a compartilhar mais as pequenas alegrias nas redes sociais, com o objetivo de ter recordação futuramente. Mas, agora quero ter mais anotações e recordações físicas de momentos legais. Mais do que virtuais.

19. Fazer uma tatuagem:

“Já planejei umas 3 tatuagens e, uma delas, vai ser em homenagem ao meu pai e vou fazer junto com a minha mãe”, foi o que eu disse na época em que fiz a lista. E sim, minha primeira tatuagem foi com a minha mãe, em homenagem ao meu pai. Mas, já tenho 3.

22. Fazer um mochilão:

Amo e quero fazer mais, sempre que possível. Mas, já dei umas boas mochiladas nesse meio tempo. Então, meta cumprida!

24. Visitar minha amiga de infância:

Ainda em 2018 visitei toda a família da minha amiga de infância, Carol. E foi incrível. Ver o quanto nosso amor é sincero, nos reaproximou.

Ainda quero completar

1. Me alimentar melhor:

Eu ainda sou a pessoa que menos gosta do gosto de salada e fruta que você vai conhecer em toda a sua vida. Mas, sei que me alimentar melhor é cuidar de mim. Então, para ter energia de realizar tudo o que ainda quero na minha vida, preciso aprender a me alimentar melhor. 2020, essa é a hora.

3. Conhecer o Canadá:

Tenho o sonho de morar no Canadá desde os meus 10 anos e isso não mudou. Ainda tenho fé que vou realizar isso esse ano, então vou manter essa meta, nem que seja para quebrar a cara, amém.

4. Ler 400 livros:

Criei essa meta pelo motivo mais bobo do mundo, mas ainda acho importante ler cada vez mais. Ou seja, 400 livros lidos, aí vamos nós.

8. Criar o canal do Ré Menor:

Essa é a meta mais complicada aqui e continua sendo. Mas, esse ano sai, pelo amor de Deus.

9. Montar um diário de viagem:

Já tenho até o caderninho separado! Falta só começar a montar tudo. Creio eu, que pelo menos começar o diário, eu dou conta até os 25 anos.

10. Revisar e enviar o meu livro para editoras:

Essa ideia ainda ficou mais profunda ao longo desses dois anos. Agora o livro vai ser todo ilustrado pela Roberta e estou morrendo para ver isso pronto.

13. Fazer uma viagem com amigos:

Não sei se vai dar tempo de fazer isso antes dos 25, mas quero muito que seja com a minha amiga de infância. Ou com alguma das meninas do blog.

14. Ir em uma bienal do livro:

Não custa sonhar, né?

17. Ter a estante dos meus sonhos:

Meus livros estão empilhados no espaço livre na estante da minha mãe. Ainda quero que essa meta fique pronta esse ano.

18. Andar de balão:

Outro sonho que eu não quero abrir mão. Vou ter que fazer milagre, mas vai dar certo!

23. Escrever meu 2º livro:

Já escrevi alguns, para pessoas específicas, na @amoor.co. Mas, quero dar vida a uma nova história e não sei qual será o rumo ainda.

Não faz mais sentido 

7. Ser fluente em 3 idiomas:

Eu, realmente, queria saber aonde ia arrumar tempo para aprender 3 idiomas em 3 anos. Essa é uma meta que vai ficar para os 30 antes dos 30. Vou substituir por: ficar fluente em inglês.

11. Iniciar um mestrado:

Ainda quero muito fazer uma especialização. Mas, talvez eu acredita-se que um mestrado me levaria a novos níveis profissionais. Confesso que hoje não faz parte de uma urgencia. Logo, vou substituir por: fazer um curso que mude a minha vida profissional. E considero a meta concluída, graças ao Efeito Orna.

15. Ir em uma CCXP:

Quero muito ir, mas não vai ter dinheiro para tudo em um ano só. Então, vou substituir por: colocar meu corpo em movimento. Sei que não tem relação com a CCXP, mas é algo que preciso fazer. Como sou muito ansiosa e guardo muita coisa na cabeça, acabo ficando com as angústias acumuladas e começar a me movimentar vai ajudar a eliminar isso.

16. Morar em outro país por um tempo:

Eu realmente não sei de onde ia tirar tanto dinheiro. Vou me contentar com uma ida ao Canadá! Sendo assim, vou substituir a meta por: fazer a prova do IELTS. Chega de protelar isso também. Se quero morar fora, cursando algo, esse é o primeiro passinho.

20. Decorar meu quarto e meu escritório:

Desapeguei desse contexto. Ainda tem muita água para rolar debaixo dessa ponte, então as pequenas evoluções que eu conseguir fazer, já valem. Portanto, a nova meta será: ir ao cinema sozinha. Parece boba e fora de contexto, mas eu me privo muito de fazer certas coisas por falta de companhia. Então, acho que essa é uma barreira a ser quebrada.

21. Gravar algumas pessoas falando sobre meu pai:

O processo do luto não é fácil e tem caminhado a passos lentos ao longo desses 7 anos sem ele. Não sei mais se quero caçar várias pessoas para falar sobre ele. Pois tenho a sensação de que isso não me ajudaria no processo de curar o luto. Mas, com certeza, quero guardar bem as memórias que tenho com ele. Quem sabe um livro inteiro da @amoor.co, sobre a nossa história de amoor? Ou seja, a meta agora será: curar o luto. Que é autoexplicativa.

25. Conhecer o parque do Harry Potter em Orlando:

Pela última vez, Êrica: de onde você achou que iria tirar tanto dinheiro? Deixando isso mais econômico, porém nem tanto, vamos para um contexto mais nacional, ok? Sendo assim, a meta será: me organizar financeiramente. Se a madame quer conhecer o mundo, precisa de money pra isso, né?

Quais itens você colocaria na sua lista de 25 antes dos 25? Conta aí nos comentários!

You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: