Popcorn

The Carrie Diaries: a adolescência de Carrie Bradshaw

2 de fevereiro de 2014

Foto divulgação da série The Carrie Diaries

Categoria: Seriado.
Gênero: Drama, comédia;
Duração dos episódios: 42 min;
Direção: Miguel Arteta;
Sinopse: Antes de dominar a cidade de Nova York ao lado das amigas Samantha, Miranda e Charlotte, Carrie Bradshaw (AnnaSophia Robb) passou por todas as questões de uma adolescente comum. Em plena década de 1980, em uma cidade pequena, ela enfrentou a morte da mãe e a revolta da irmã caçula, Dorrit (Stefania Owen), com a ajuda das amigas Maggie (Katie Findlay) e Mouse (Ellen Wong) e do amigo Walt (Brendan Dooling). Após conseguir um estágio em uma firma de Manhattan e reencontrar uma antiga paixão, Sebastian Kydd (Austin Butler), Carrie irá começar a descobrir as regras do amor e do sexo. (AdoroCinema)

Foto divulgação de The Carrie Diaries

Sobre The Carrie Diaries:

The Carrie Diaries é baseada nos livros de mesmo nome, que contam a história de Carrie Bradshaw, protagonista vivida por Sarah Jessica Parker em Sex and the City, na época de sua adolescência, nos anos 80. Eu não assisti Sex and the City e, é importante lembrar aqui, que apesar das duas adaptações contarem a história de uma única personagem, são épocas diferentes da vida dela. Assim como o público-alvo de um é bem diferente do outro.

Na série, Carrie acabou de perder a mãe, que morreu de câncer. Ela vive em Connecticut, com o pai e a irmã mais nova. Na escola, está no último ano e tem três melhores amigos: Mouse, Maggie e Walt. Maggie e Walt são um casal, mas o rapaz ainda está descobrindo sua orientação sexual. No primeiro dia de aula, eles conhecem Sebastian, o clássico garoto problema: lindo, sexy e cheio de encrenca.

A vida da personagem sofre uma reviravolta quando ela é enviada, pelo pai, para fazer um estágio em Nova York. Cidade pela qual é apaixonada. Após um contratempo, Carrie aproveita a hora do almoço, para ir comprar uma meia calça na “Century 21”, famosa loja de departamento. No local, conhece Larissa, que trabalha na revista “Interview”, e (como as duas são apaixonadas por moda) a ligação entre elas é imediata! Larissa vai apresentar um novo universo para Carrie. Festas com pessoas famosas, bastidores da revista, álcool e afins.

A série explora bastante a moda daquela década. Período marcado por babados, mangas bufantes, cores neon, brincos enoooormes geométricos e cabelos volumosos. The Carrie Diaries aborda o passado da personagem, os pontos que não foram explicados antes. Como foi que ela começou a escrever, a sua entrada no mundo da moda de NY, o jeito de prender o cabelo e se preparar para escrever, as descobertas sobre relacionamentos.

Segunda temporada: 

Para ser bem sincera, a segunda temporada The Carrie Diaries foi ainda melhor que a primeira. Os personagens amadureceram (incluindo a Dorrit). A trama amadureceu, os problemas da Carrie, os relacionamentos dos personagens… Enfim! A série amadureceu por inteiro. Uma evolução gostosa de notar.

O figurino também esta cada vez mais incrível, as músicas da época… Tudo! A trama esta ainda mais voltada para os problemas que adolescentes enfrentam frequentemente. Como gostar de alguém, virar amiga de alguém que você não gostava antes, sexo pela primeira vez, gravidez na adolescência, assumir a sexualidade para os pais e não saber como vão reagir, namoros a distância, entre outros. The Carrie Diaries está abordando nessa temporada, principalmente, o poder das segundas chances. A tristeza de dar adeus a certas coisas, mas saber que lá na frente pode ter algo melhor.

Ao todo, a série é cheia de vida, cor e moda dos anos 80. Divertidíssima, cheia de surpresas a cada episódio. Então, se você ainda não viu The Carrie Diaries, creio que deve dar uma chance para o seriado.

 

You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: