Tapa Virtual

Camila, colunista da Tapa Virtual, sorrindo e piscando

Sabe aquela típica paulista de 23 anos? Essa sou eu, Camila. Nascida e criada em São Paulo, com um nome retirado de uma música (procurem pela banda Nenhum de Nós). Cresci assistindo filmes da Disney e mergulhada em livros de aventura, desejei ser uma princesa um dia, mas no final das contas percebi que eu era muito mais que isso e poderia escrever minha própria história.

Então, decidi virar confeiteira e me formar em Gastronomia. Depois disso, abri minha própria empresa (Docinhos da Villa) e mantenho ela com a colaboração do meu par perfeito no mundo. Brega? Eu sei! Mas faz sentido quando vocês conhecem minha versão casal, acreditem. Sou aquela namorada nerd assumida. Troco vida noturna agitada por cinema, Netflix, comida boa e jogos (desde os de celular até os de videogames.) Também sou mãe de um gato gordinho chamado Astor e fico cada vez mais colorida com diversas tatuagens.

Camila, colunista da Tapa Virtual, com a namorada Aline

Decidi mergulhar no mundo da escrita aos 15 anos, depois de muito apoio de uma professora da época. Criei um blog e passei a escrever textos pessoais, cheios de conselhos e histórias baseadas em qualquer coisa (desde músicas até frases escritas em ônibus). Depois de um tempo abandonei o blog, nesse momento ele é fechado para leitura, e passei a me dedicar a outros passatempos.

Camila, colunista da Tapa Virtual, segurando um gato chamado Astor

Como surgiu a coluna Tapa Virtual?

Se teve algo que desenvolvi muito bem nesses oito anos de amizade com a Ê, foi dar conselhos.  Uma amiga precisa estar pronta para solucionar qualquer crise independente da distância, certo? Mais precisamente 3.035,7 km (Obrigada, Google!).

Entre muitas conversas surgiu a expressão “vou te dar um tapa virtual para ver se criar juízo!” e isso pegou! Desde então, eu vivo dando conselhos reais e distribuindo alguns tapas por aí… Então, por que não ampliar isso e ajudar pessoas com problemas parecidos por todo o país? Afinal, se funciona com quem criou esse blog… Deve funcionar para mais alguém, certo?