Popcorn

Riverdale: para quem gosta de mistério adolescente

9 de junho de 2018

Categoria: Seriado;
Gênero: Drama;
Duração dos episódios: De 42 à 46 min;
Roteiro: Greg Berlanti, Roberto Aguirre-Sacasa; 
Sinopse: Baseada nas HQs da Turma do Archie, a série acompanha a vida de Archie Andrews e seus amigos que frequentam a mesma escola em Riverdale, no interior dos EUA. Embora participe do time de futebol, Archie nutre uma paixão pela música, contrariando a vontade do pai, que mantém uma empresa de construção na cidade. A vida na pacata Riverdale logo se transforma no contrário quando o jovem Jason Blossom é encontrado morto no lago. (Filmow)

Opinião da Mila:

Riverdale conquistou a minha atenção no primeiro trailer de divulgação da Netflix. Uma série adolescente que começa logo com um mistério: O que aconteceu com Jason Blossom? A série segue uma boa linha investigatória enquanto desenvolve a história e a personalidade dos demais personagens que compõem a série. Em diversos momentos, seja pelas atuações, trilha sonora ou visual, me perguntei se estava vendo uma nova versão de Pretty Little Liars. Isso me fez travar na metade da temporada, mas depois de assistir alguns reviews segui em frente. Riverdale não chega a ser surpreendente, algumas coisas você consegue chutar e acertar com facilidade. Além disso, fiquei incomodada com a atitude egoísta de alguns personagens.

Uma grande investigação está em curso e uma personagens x está fazendo drama como se tudo fosse culpa dela e da sua família, o tempo todo. Fora esse problema, achei que a série foi bem desenvolvida na primeira parte. A história começa e termina na primeira temporada, um ponto muito positivo para uma série exibida no canal The CW. Lembrando outras do mesmo estilo que tiveram tantas temporadas e perderam sua essência no percurso. Riverdale te entrega um mistério no primeiro episódio e te responde no final da temporada. Caso você não goste, o último episódio deixa uma brecha para o espectador parar de assistir. Mas caso você goste, vale continuar a segunda temporada. O que eu mais quero saber agora é: Qual mistério leva a segunda parte em frente?

Opinião da Ê:

Para quem sente falta dos mistérios de Pretty Little Liars, Riverdale pode ser um prato cheio. Concordo com a Mila, quando disse que as semelhanças podem ser até meio desanimadoras. Por exemplo, o primeiro episódio tem semelhanças até demais para o meu gosto. O cadáver que nunca foi encontrado. O grupo de amigos. Meio sombria, narrada por um personagem específico. O aluno que tem rolo com a professora… Enfim, são muitas coisas. Mas, a série desenrola sem aquele excesso de intriguinhas que tem em Pretty Little Liars. Inclusive, essa é uma das coisas que mais gosto em Riverdale. Não tem aquela rivalidade de praxe entre meninas. Até a vilã, que é a popular da escola, não sai fazendo bullying com Deus e o mundo, sabe? Pelo contrário, mesmo que elas não sejam super amigas, costumam se juntar para resolver certos problemas. Isso é um ótimo ponto a favor. 

Em alguns momentos, Riverdale é realmente previsível. Quem vai ficar com quem. Quem vai brigar com quem. São receitas prontas, como 90% dos conteúdos produzidos para o público mais jovem. Mas, em outros momentos, Riverdale tem umas reviravoltas que fisgam a gente ao longo da temporada. O mistério ter sido solucionado logo na primeira temporada foi a melhor escolha que eles poderiam ter feito, porém me deixou curiosa sobre o que me espera na segunda temporada. Não sei se é uma série que vai conseguir se manter por 8 temporadas, como Pretty Little Liars, mas com certeza tem o seu valor e uma trilha sonora muito boa. Definitivamente, vai conquistar muita gente! 

You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: