Li, Gostei, Resenhei

Marley & eu – John Grogan

24 de novembro de 2014

marley-e-euLivro: Marley e eu;
Autor: John Grogan;
Editora: Ediouro;
Páginas: 311;
Sinopse: John e Jenny eram jovens, apaixonados e estavam começando a sua vida juntos, sem grandes preocupações, até ao momento em que levaram para casa Marley, “um bola de pêlo amarelo em forma de cachorro”, que, rapidamente, se transformou num labrador enorme e encorpado de 43 quilos. Era um cão como não havia outro nas redondezas: arrombava portas, esgadanhava paredes, babava nas visitas, comia roupa do varal alheio e abocanhava tudo a que pudesse. De nada lhe valeram os tranqüilizantes receitados pelo veterinário, nem a “escola de boas maneiras”, de onde, aliás, foi expulso. Mas, acima de tudo, Marley tinha um coração puro e a sua lealdade era incondicional. Imperdível. (Skoob)

Não sei por que eu demorei tanto tempo para me render aos encantos de Marley. Foi lançado há muitos anos, já tem filme e já habitava a minha estante pessoal há alguns anos. Porém, demorei a me sentir tentada a ler. O livro é leve, engraçado, divertido e arranca boas lágrimas. Quem nunca teve um cachorro que marcou a sua vida, que atire a primeira pedra.

Aquele cachorro que esteve ao seu lado em todos os momentos importantes da sua infância, adolescência ou fase adulta. Ler Marley & Eu reavivou várias lembranças da minha infância durante os anos em que tive meu primeiro animal de estimação. Mesmo que ele fosse um cachorro muito mais comportado do que o da história, senti mais uma vez a felicidade de tê-lo e a dor de perdê-lo.

A história de uma família, com o cachorro como personagem principal

Achei fantástica a coragem do John e da sua família em abrir a história deles em um livro. Ele conta detalhes, como a busca por ter filhos, a depressão pós parto, o nascimento das crianças e, principalmente, a luta com o cachorro impossível de adestrar. A coragem de abrir a intimidade da família, tratando o animal de estimação como personagem principal é fascinante. Assim como nos momentos em que John tenta descrever os pensamentos de Marley só por suas ações. Se você já teve um animal de estimação marcante, garanto que ler esse livro vai te trazer muita saudade e muita vontade de ter outro. Mas, se você nunca compartilhou a felicidade de ter um cachorro, vai sentir necessidade de ter um amigo fiel como Marley.

You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: