Popcorn

LOL – Laughing Out Loud: digno de sessão da tarde

23 de maio de 2015
Cena do filme Laughing Out Loud
Gênero: Drama, romance, comédia;
Ano: 2012;
Roteiro: Lisa Azuelos;
Direção: Lisa Azuelos;
Sinopse: Lola (Miley Cyrus) namora Chad (George Finn). Ele têm uma banda e ensaia quase todos os dias para o grande show da escola. Tudo ia muito bem entre eles até Lola descobrir que Chad é na verdade um galinha. Para piorar suas notas na escola vão de mal a pior. Sua mãe (Demi Moore) está tão brava com as confusões de Lola que não vai mais deixar ela ir à Paris no final do semestre com a escola. Só que as coisas ficam ainda mais complicadas quando Lola percebe que Kyle (Douglas Booth), seu melhor amigo, pode ser muito mais que isto. O que fazer agora, se todos eles só pensam em se divertir e curtir? (Cinema10)
Cena do filme Laughing Out Loud (LOL)

Sobre Laughing Out Loud:

LOL dispensa traduções! Mas, além de gíria na internet, também é filme! Feito originalmente em 2009, na França, teve o remake americano lançado em 2012. Nas duas versões, Lisa Azuelos, foi a roteirista e diretora.
Laughing Out Loud retrata a história de Lola, Miley Cyrus, e seus melhores amigos. Retratando um pouco sobre problemas e crises normais de adolescência, como traições, paixões e problemas com os pais. O filme é bem adolescente, mas não aprofunda em temática alguma. Geralmente, filmes para esse público trazem temas como amizades, romances, drogas… E eu, sinceramente, gosto mais de filmes que se aprofundam em algo.
No geral, não fica bem claro o objetivo do filme, maaas, acho que captei a mensagem (ou não)! O foco, na realidade, é no relacionamento entre filhos e pais. Não só no dela com a mãe, como entre o Kyle, seu melhor amigo, e o pai que não aceita o fato de o filho ter uma banda. Se esse era realmente o objetivo do filme, não foi bem trabalhado. Na real, a mãe dela é uma mãe bem de boa e não da pra entender por que ela pisa na bola.
Além de tudo isso, as coisas passam super depressa. Em um momento vi Lola apaixonada por um fulano, no outro ela confusa por gostar do melhor amigo e não querer estragar a amizade, em seguida já estavam em algo mais romântico… Em vários momentos me vi perdida na história, achando que tinha cochilado horas.  

Digno de sessão da tarde: 

Apesar do defeito do filme ser a falta de profundidade, foi uma das principais características que aproximaram a história da realidade. O fato de tudo passar muito rápido, num momento a personagem esta apaixonada por um cara e “dias” depois, descobre um enorme amor pelo melhor amigo, num dia esta numa boa com a mãe, no outro numa bad total, tornou a história real e bem semelhante aos dias atuaisNo geral, o filme é divertidinho e da para passar uma tarde tediosa tranquilamente, só que não é dos melhores, pelo menos pra mim.
Não esqueçam de seguir o blog no twitter e no instagram: @blogremenor
E curtam nossa fan page!!
tumblr_mb2uzhtNk21rhjeh2o1_500_large

You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: