Li, Gostei, Resenhei

Li, gostei, resenhei: Penélope.

4 de março de 2013
Livro: Penélope;
Autor: Marilyn Kaye;
Editora: Record;
Páginas: 240;
Sinopse: Em um conto de fadas moderno, nós conhecemos Penelope, uma jovem de 25 anos que passou a vida inteira presa em sua própria casa, vítima de uma antiga maldição. Para se livrar do focinho de porco que cresce no lugar do seu nariz, ela precisa encontrar alguém que a ame mesmo com esse “pequeno” problema.
                                       
Foi só começar a ler e já me senti em um conto de fadas. Daqueles completos, com direito a bruxas, maldições, a princesa, a mãe quase madrasta, o pai bonzinho e o príncipe encantado. Um livro que te envolve até o fim, despertando todos os seus mais puros sentimentos. Desde solidariedade até a alegria. E apesar de ser um conto de fadas, acontece no século XXI, deixando-o quase real. Nossa princesa da vez, Penélope  quebra todas as regras das princesas que já conhecemos. Ela nos ensina que devemos nos amar como somos, que nenhuma princesa precisa de um príncipe para ser feliz. A história é narrada por Penélope  os primeiros capítulos voltam no tempo e contam o porquê dela ter nascido com nariz de porco e como os pais agiram desde seu nascimento. Depois que a história começa a ter mais ação, fica impossível parar de ler. É o tipo de livro que você passa horas sorrindo por causa dele. Quando terminei de ler, passei uns vinte minutos sem fôlego, sorrindo como uma criança que acaba de ler o casamento da Cinderela com o príncipe. História leve, divertida e emocionante!

xoxo, reader girl. 


You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: