Popcorn

Jane the virgin: quase uma novela mexicana

16 de dezembro de 2017

Categoria: Seriado;
Gênero: Comédia, telenovela, sátira;
Duração dos episódios: 43 min;
Roteiro: Carolina Rivera, Jennie Snyde;
SinopseQuando Jane (Gina Rodriguez) era mais nova, a avó dela a convenceu de duas coisas: telenovelas são a melhor forma de entretenimento, e mulheres devem proteger a virgindade a qualquer custo. Agora, aos 23 anos, a vida de Jane tornou-se tão dramática e complicada quanto as telenovelas que ela sempre amou, após uma série de surpreendentes eventos que fizeram com que ela fizesse, acidentalmente, uma inseminação artificial. (Adoro Cinema)

Jane The Virgin tem tudo para ser mais um seriado de comédia sem graça. Só que a série é extremamente carismática e cheia de reviravoltas. A trama gira em torno de Jane (Gina Rodriguez), que aos vinte e poucos anos ainda é virgem. Jane é de origem latina e foi criada pela avó e a mãe, que engravidou dela na adolescência. Por isso, a avó (religiosa fervorosa) lhe ensina que a virgindade é muito importante e que ela esperar até o casamento para perde-la. Só que agora, Jane está noiva de um policial muito bacana e, ao fazer um exame ginecológico, é inseminada por engano. E, pra piorar, o esparma que foi usando em sua inseminação, era de seu antigo crush. A partir daí a história desenrola em uma série de catástrofes e reviravoltas maravilhosas.

A combinação de muita comédia, dramalhão mexicano e investigação policial parece maluca, mas se tornou um dos seriados com melhores resultados atuais. A série é baseada em uma novela venezuelana, mas deram uma americanizada nela. A história é narrada e é dividida em capítulos. O narrador é incrível e merece diversos prêmios, sério. Ele é a alma da série.

Os pontos altos de Jane the virgin

Em tempos que ouvimos muito falar de representatividade, o grupo de mulheres fortes que essa série tem, é fundamental. Tanto pelo trio principal, Jane e a família formada só por mulheres, quanto por outras mulheres da série. São mulheres fortes, determinadas, donas da própria renda, batalhadoras. Os caras bonitos são apenas um complemento na vida delas, apenas um detalhe. Sem contar, na representação das migrantes latinas e na cultura dessas pessoas mesmo. A família Villanueva é muito cativante e não tem como não gostar de todas elas. Outro ponto a favor: Jane Gloriana Villanueva é uma protagonista real. Latina, corpo com proporções reais, com problemas familiares e outras questões reais para resolver. Os looks dela Jane também são completamente acessíveis. Não é aquela coisa Blair e Serena, magérrimas e ricas com roupas incríveis. Jane é real! 

Só tenho a dizer que a produção de Jane the virgin é muito bem feita. O roteiro é maravilhoso, cheio de vida, divertidíssimo e repleto de reviravoltas malucas. E o elenco é o melhor! Se você está procurando um seriado leve, engraçado, mas que ao mesmo tempo emociona, e perfeito para maratonar: acabou de encontrar! 

You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: