Azar Crônico

Já se sentiu assim?: Desânimo e apatia

6 de Maio de 2018

Eu amo dias em que me sinto produtiva. Aqueles dias em que não é nem três horas da tarde e todas as minhas tarefas já estão concluídas. Já se sentiu assim? Em que eu consigo planejar os projetos, organizá-los com cuidado e colocá-los em prática com orgulho. Já se sentiu assim? Aquelas semanas em que nada te escapa, em que você produz como se não houvesse amanhã. Em que acorda cedo por vontade própria. Ou que dorme tarde, pois preferia perder algumas horas de sono, do que deixar para outro dia aquele projeto que vem idealizando. Já se sentiu assim? Para mim, não existem dias em que me sinto mais viva ou mais orgulhosa das coisas que produzo. 

Mas, tem dias que é simplesmente horrível levantar da cama. Um desânimo te pega de jeito e só Deus sabe quando vai te largar. E, para piorar, São Pedro fecha o tempo e manda aquela chuva, que te enlaça no sofá. Já se sentiu assim? Os dias vão passando, a lista de afazeres só vai aumentando e a apatia nem sinal de partida. Já se sentiu assim? Eu, como sou uma pessoa muito ansiosa, ver minha listas de coisas para fazer aumentar me enche de desespero. Sem contar que, quando mais ela cresce, mais a coragem parece fugir do meu corpo. Já se sentiu assim? Eu simplesmente odeio dias assim. Odeio mais ainda quando eles viram semanas. E quando a apatia começa a me consumir cada vez mais e mais, então?! Fico louca só de pensar. 

As decepções, as derrotas, o desânimo são ferramentas que Deus utiliza para mostrar a estrada.

Paulo Coelho

Eu ando assim. Meio apática, sem coragem e sem vontade de fazer nada. Meio aérea. Já se sentiu assim? Nada me anima. Nada me empolga. Exceto, é claro, ficar em minha cama, vendo todo tipo de filmes e séries na Netflix. Logo eu, que andava tão empolgada. Tão produtiva. Por que a gente muda assim, do dia para a noite? Não me lembro de nada que tenha acontecido que possa ter me deixado assim. Eu simplesmente dormi produtiva e acordei desanimada. Da para acreditar? Você, por acaso, já se sentiu assim? 

Conversando com uma amiga, sobre todo esse desânimo, ela me disse: “É normal se sentir assim. Todo mundo se sente assim às vezes”. E, com isso, acabei chegando a conclusão de que não se tem muito o que fazer. A solução, praticamente é sentar e esperar passar. É torcer para dormir desanimada e acordar produtiva. O máximo, talvez, seja não me deixar afundar mais nessa apatia. Seja levantar, vez ou outra, da cama, tomar um banho gelado para despertar e fazer algo que eu goste. Talvez assim, o desânimo e a apatia, não façam de mim sua morada definitiva. 

Os textos e crônicas postadas nessa categoria não são, necessariamente, baseados em pessoas ou fatos reais. 

You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: