Para amar

Guardei no armário: para sorrir, chorar e ter empatia sempre

5 de junho de 2018

O projeto e livro Guardei no armário foram criados pelo Samuel Gomes. Inclusive, o projeto nasceu com a criação do livro, que conta parte de sua vida sendo um homem negro, na periferia de São Paulo, ex-evangélico e gay.  Portanto, você já pode imaginar que o Samuca passou não foi fácil, né? Mas, a medida que o projeto foi crescendo, ele abriu o canal no youtube. Com o objetivo principal, em suas próprias palavras, “mostrar aos outros LGBTs, que muitas vezes não são assumidos, que eles não estão sozinhos”. Em seu canal, ele abre espaço para que as mais diversas pessoas contem suas histórias e como foi o processo de aceitação. Tanto o interno, quanto o externo (envolvendo família e amigos).

É impressionante (e angustiante) pensar que algumas pessoas ainda passam situações tão pesadas, principalmente em suas famílias. Mas, também existem histórias positivas, que nos enchem de esperança em um mundo melhor. Guardei no armário é um dos meus canais favoritos da vida. Sério. Eu já assisti todos os videos de depoimentos. Inclusive citamos no post de canais LGBT que vocês precisam conhecer. As duas coisas que mais gosto nesse canal, são: 1- pessoas reais contando suas histórias. Eu amo ouvir histórias, acho que a vivência de alguém pode ensinar tanto quanto viver as coisas pelas próprias pernas. 2- E, principalmente, pela importância social dessas histórias. Elas podem mudar o pensamento de alguns pais sobre seus filhos LGBT. Podem nos tornar mais empáticos.

Eu, por exemplo, não vou passar pelas mesmas coisas que essas pessoas. E todas as pessoas LGBT mais próximas de mim, foram bem aceitas dentro de suas famílias. Então, ouvir diretamente de pessoas que viveram essas situações, pode me fazer refletir sobre como posso acolher mais na frente filhos/sobrinhos/amigos e afins. É, de fato, um canal que faz a diferença! Portanto, separei alguns videos para vocês conhecerem esse canal maravilhoso e, para assistir os demais, acesse os links no fim do post!

Como saí do armário? Com Diva Depressão

Como saí do armário? Com Ana Paula

Como saí do armário? Com Vinicius Flauaus

Como saí do armário? Com Vanessa

Como saí do armário? Com Ronaldo

Como saí do armário? Com Jessica Tauane

Siga o Guardei no armário e compre o livro: 

YoutubeSite oficialFacebook

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply Samuel Gomes: o criador do projeto Guardei no Armário | Ré Menor 17 de junho de 2018 at 12:24

    […] Guardei no armário é um projeto que nasceu de um livro que tem o mesmo nome. O autor de ambos? Samuel Gomes! Em seu livro, Samuel conta parte de sua vida sendo um homem negro. Além de ter crescido na periferia de São Paulo, ser ex-evangélico e gay. Mas, em seu canal no youtube, Samuel dá voz para pessoas como ele. Pessoas que, ao contar a própria jornada de se aceitar e ser respeitado, podem ajudar outras pessoas. Pessoas que a partir de suas narrativas nos tornam mais empáticos. Que abrem a nossa mente para o quanto o mundo pode ser cruel. Injusto. E que, na maioria dos casos, Deus é pintado como um grande vilão. Só pela maneira como a religião impõe determinadas ideias. […]

  • Comente aqui: