Li, Gostei, Resenhei

Extraordinário – R. J. Palacio

22 de dezembro de 2014

O extraordinário

Livro: Extraordinário;
Autor: R. J. Palacio;
Editora: Intrínseca;
Páginas: 320;
Sinopse: O livro conta a história de Auggie, um menino que nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial. Em um manifesto em favor da gentileza, ele enfrenta uma missão nada fácil quando começa a frequentar a escola pela primeira vez: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.

“Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, por que todos nós vencemos o mundo.”
– Auggie. 

Que escola é um ambiente bem complicado, todos sabemos. Se eu cheguei a sofrer com bullying por ser mais quieta e viver lendo, imagina uma criança que nasceu com uma anomalia facial e chama bastante atenção por isso? Pois é! Essa é a história do pequeno August Pullman, Auggie para os íntimos. Ele passou a infância estudando em casa, com o auxílio da mãe, por causa das cirurgias e todos os tratamentos médicos que precisou fazer para corrigir os problemas de saúde que tem desde que nasceu.

Aos 10 anos, Auggie vai para a escola pela primeira vez. A contra gosto, de começo. Extraordinário narra o primeiro ano escolar do garoto. As dificuldades que ele tem em se adaptar e a dificuldade em que as outras crianças tem em aceitá-lo como um garoto normal. Gente, como crianças podem ser cruéis. O livro é dividido em oito partes, em cada uma delas uma pessoa diferente narra em primeira pessoa. O que nos mostra que toda história tem várias versões.

 O extraordinário

Um livro especial, sobre amor e empatia

Quem nunca enfrentou discriminação durante os anos escolares, quem nunca recebeu um “olhar torto”, quem nunca viu seus amigos se afastarem só por que não gostam do seu novo amigo, talvez não entenda muitas sobre as lições que Auggie ensina. Não entenda o real significado de toda essa história. A história arranca os mais puros sorrisos, as mais sinceras lágrimas e te prende até o fim. 

Comecei a ler esse livro na semana passada e ao comentar com duas amigas, recebi duas opiniões bem diferentes. “Ah, nem compensa. Não é tão bom.”, e em contra partida: “Nossa, maravilhoso! Um dos meus preferidos!”. Devo dizer, que após conhecer Auggie e todos as lições que o livro ensina, estou completamente apaixonada pelo Extraordinário. O garoto, que pouco conhecia do mundo fora de sua casa e do hospital, conseguiu conquistar um lugar não só na minha coleção de “favoritos”, mas também no meu coração. Obrigada Auggie, por todas as lições que você me ensinou ao compartilhar a sua história! Espero que vocês também abram um espaço para Auggie lhe ensinar uma porção de coisas.

You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: