Li, Gostei, Resenhei

Crônicas – Boa Companhia

17 de abril de 2013

foto do livro Crônicas - Boa Companhia

Livro: Boa Companhia: Crônicas;
Autor: 42 autores. Organizado por: Humberto Werneck;
Editora: Companhia das Letras;
Páginas: 223;
Sinopse: Numa seleção de cronistas, teríamos craques pendurados até o lustre, diria Nelson Rodrigues. Prova disso são as 42 crônicas desta antologia, que reúne o melhor do gênero que, em pouco mais de cem anos, ascendeu à categoria de arte maior, sem perder a graça e a leveza. Falando de futebol, de um bicho de estimação ou de uma cena de infância, de uma conversa de bar, de amor, da paisagem na janela e até mesmo de uma canja de galinha tomada no hospital, o cronista trata o leitor como um amigo ou confidente. (Skoob

Crônica é um formato do gênero opinativo, nascido no jornalismo imprenso, onde a narração segue em ordem cronológica. Formato tipicamente brasileiro, transita entre a literatura e o jornalismo, falando sobre coisas do cotidiano. A crônica tem como objetivo transmitir opinião sobre fatos e ideias, além de relatar sobre ações pessoais ou coletivas.

Por ser um formato nacional, temos um vasto time de cronistas incríveis. Quem nunca ouviu falar de Rubem Braga, Carlos Drummond de Andrade, Clarice Lispector e Machado de Assis? A maior parte daqueles nomes que fizeram parte do nosso ensino médio, na tão complicada literatura.

Em Crônicas temos 42 autores brasileiros, resultando na compilação de 42 crônicas. São crônicas sobre todos os assuntos do cotidiano, para todos os gostos. De moda a futebol. Temos a chance de conhecer melhor os estilos desses autores e, devo confessar, estou completamente apaixonada por eles. Por todos eles.

Crônica é uma relíquia em forma de livro

Nada daquela linguagem difícil e monótona. Umas crônicas bem antigas, outras nem tão antigas assim. Conhecemos melhor como eram as coisas no nosso país, nos anos que passaram. Percebemos que nada mudou muito. Crônicas gostosas, que arrancam boas risadas e me deixaram morrendo de vontade que o livro nunca acabasse. Você não se sente apenas um leitor. Você se sente um amigo dos autores, do qual recebe essas pequenas confissões em forma de crônicas.

Super indico para futuros (e atuais) jornalistas, para quem quer conhecer mais sobre os nomes lendários da literatura brasileira e para todos que amam crônicas. Muito obrigada, Companhia das Letras, por esse compilado lindo!

You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: