Li, Gostei, Resenhei

Confissões de uma Garota Excluída, Mal-Amada e (um pouco) Dramática – Thalita Rebouças

21 de agosto de 2017

Confissões de uma Garota Excluída, Mal-Amada e (um pouco) Dramática

Ano: 2016;
Autora: Thalita Rebouças;
Editora: Arqueiro;
Páginas: 272;
Sinopse: Tetê acaba de se mudar com a família toda para Copacabana, no Rio de Janeiro, para a casa dos avós. O lindo e espaçoso apartamento da Barra da Tijuca em que morava teve que ser vendido, pois com a crise o pai foi demitido, e o resultado é que a vida dela virou de cabeça para baixo. Além de perder a privacidade, tendo que dividir o espaço com cinco parentes malucos que brigam o tempo todo, ela perdeu todas as suas referências. A única coisa que a deixa feliz é cozinhar. E, claro, comer as delícias que faz.

lado bom foi se livrar do antigo colégio, no qual sofria bullying por causa de seu jeito peculiar. Sem contar sua desilusão amorosa… O problema é que ela está apavorada, porque agora tudo será novo e estranho, com o ensino médio, com a nova escola, e sem conhecer ninguém. E morre de medo de ser excluída ou de sofrer bullying novamente. Ela está bem mal, para dizer a verdade. Ou talvez seja um pouco de drama, porque já no primeiro dia as coisas parecem ser um pouco diferentes… Pelo jeito, tudo vai mudar, e para melhor. (Skoob)

Confissões de uma garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramática tem tudo para ser um grande clichê. O livro conta a história da Tetê, uma adolescente que não gosta de se maquiar, não faz as sobrancelhas e nem se depila. Mas esse é só o básico da sua descrição mega caricata. Sua vida nunca foi muito dentro dos padrões. Tetê não tem amigos, sofre (como toda adolescente) por não estar dentro dos padrões de beleza, sofria bullying na antiga escola e sua família é um caos só. Quando seu pai ficou desempregado, toda a sua história sofre uma reviravolta: a família precisou se mudar para a casa dos avós dela, que são velhinhos bem intrometidos. Além disso, ela precisou trocar de escola, o que lhe deixou ainda mais confusa.

Entretanto, todas as mudanças podem ser uma segunda chance para Tetê. Ela começa a escola decidida a deixar de ser uma garota excluída e vai tentar fazer vários amigos. Quer se divertir, começar a namorar, sair com os novos amigos e tornar sua vida melhor. Mas, estamos falando de ensino médio e adolescentes cruéis. O que faz com que ela continue sofrendo bullying e penando com as armadilhas criadas pelas garotas “populares”.

Thalita tem o poder de transformar o clichê em algo maravilhoso

Por mais que a trama toda tenha muitas chances de virar um super clichê adolescente, Thalita tem o poder de transformar em algo maravilhoso. Confissões de uma garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramática é bem divertido. Tetê é uma personagem hilária e sua narrativa flui muito bem. Mas, acima de tudo, o livro levanta bem as bandeiras atuais. De meninas fortes, empoderadas, que se amam muito mais antes de amar o resto do mundo.  São várias questões bem reflexivas, sobre temas importantes como bullying, preconceito social, orientação sexual e padrões de beleza bizarros. Mas, ao mesmo tempo que esses temas tidos como “pesados” são tratados, o livro é leve, engraçado pra caramba e cheio de energia. É um livro que dá força aos adolescentes para combater todas essas coisas impostas e prejudiciais para a saúde mental de qualquer um.

A parte gráfica dele é maravilhosa! Para completar tamanha lindeza, o livro tem várias receitinhas fáceis e super legais de fazer, já que a Tetê adora cozinhar. Leitura super indicada para quem já ama os livros da Thalita Rebouças, para quem ainda não conhece a autora e para quem quer rir MUITO com uma leitura. :3

You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: