Being Êrica

Cães e gatos: criando os dois em harmonia

10 de agosto de 2017

Cães e gatos

Sempre tive cachorros. Mas, lá pelos meus 10 anos, ganhei um gatinho. Nessa época, meu cachorro (Dingo, um cocker spaniel) tinha uns 6 anos. Para a nossa surpresa, o Dingo virou o melhor amigo do Frajola, o novo membro da família. Anos mais tarde, quando Dingo precisou tomar aquelas injeções de “morte feliz”, o Frajola ficou ao seu lado até ele ser enterrado. Depois disso, passou a ficar nos mesmos lugares que o Dingo ficava, como se tivesse assumido o posto de protetor da casa. Ano passado, adotei uma cachorrinha e o Frajola, que já é um senhor rabugento, não deu muita bola para ela. Recentemente, adotamos um novo gatinho, o Valentin. Toda a experiência, de ver os dois animais se aproximarem e criarem um vínculo, está se repetindo. 

Geralmente, usamos a frase “como cães e gatos” como se fosse algo ruim. Na maioria das vezes, os dois animais podem criar uma amizade muito forte. Mas, tudo depende de como o dono vai acostumar os dois a viverem juntos. Se você já tem um desses animais e pretende adotar o outro, as dicas da Dra. Adriana Melo podem lhe ajudar a criar um ambiente harmônico para que seus cães e gatos convivam felizes. 

O texto abaixo foi escrito pela veterinária Dra. Adriana Melo:

Cães e gatos são frequentemente retratados como inimigos. No entanto, a convivência entres esses bichanos é possível e saudável. Claro que, antes de mais nada, é preciso pensar na segurança de ambos. Mantendo tudo sob controle, até que o cão e o gato se acostumem um com o outro.

Geralmente, o cão já é o primeiro morador da casa e o gato é adotado depois. Pensando nisso, podemos pensar em 5 passos para iniciar esse processo de convivência e adaptação entre as duas espécies:

Cães e gatos

1º dica:

Se você já tem um cão e deseja adquirir um gato, é importante criar um ambiente na casa para o gato ficar.  Durante o começo da adaptação, vai ser um local onde ele se sinta seguro. Uma boa opção é o seu próprio quarto. 

2º dica:

Coloque nesse local, a água e a caixa de areia para o gatinho. Não se preocupe em comprar “caminhas”. De inicio,  providencie caixas de papelão. É uma alternativa barata, altamente ecológica, sustentável e, o melhor: os gatos amam.

3º dica:

Nos primeiros momentos, deixe o gato andar pela casa sem a presença do cão. Ele precisa ir reconhecendo o lugar e sentindo o cheiro do novo ambiente. Mantenha os dois animais separados no começo por alguns dias, aos poucos deixe que ambos se aproximem em situação controlada. Como, por exemplo, através de um vidro ou com o cão preso na guia. Alguns cães são mais agitados, tem mais energia e precisam de mais tempo para a adaptação.

Cães e gatos

4º dica:

Após algumas semanas de adaptação procure dar petiscos e alimentá-los no mesmo ambiente. Assim, eles vão associar a presença um do outro com coisas boas. E, sempre, dê carinho para os dois em equilíbrio. Se você só der atenção para um deles, pode causar ciúmes e desconforto no outro. 

5º dica:

NUNCA e JAMAIS agrida um deles por causa de um comportamento inadequado. Isso vai fazer com que ele pegue raiva do novo companheiro. A melhor opção, nessas ocasiões, é falar com um tom de voz mais rígido. Assim, eles vão saber quem está no controle da situação e que ela não deve se repetir. E, não esqueça, SEMPRE elogie e dê muito carinho quando eles se comportarem bem na presença um do outro.

O processo de adaptação entre as duas espécies pode levar dias, semanas ou até meses. Vai depender da personalidade de cada um dos animais envolvidos. É importante neste processo de adaptação a tranquilidade e a boa energia dos tutores. É necessário ter muita paciência e dedicação. Dessa forma, no final do processo de adaptação, a recompensa será uma convivência harmoniosa entre todos (humanos e pets) na casa.

 

Gostou das dicas da Dra. Adriana? Você pode tirar mais dúvidas com ela pelo telefone (69) 99933-1211 ou pelo e-mail adriana.biovet@gmail.com. E também pode seguir ela no instagram, clicando aqui!

You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: