Being Êrica

Adotar um animal: 10 dicas para uma adoção responsável

19 de janeiro de 2017
Adoção responsável

Amora, gostosa da tia <3

Eu, particularmente, sou louca por bichinhos de estimação. Passei 3 anos sem ter um cachorro e já estava ficando maluca. Atualmente tenho um gato, Frajola, que foi adotado dez anos atrás. E, no ano passado, adotei uma cachorrinha, Wendy, que de tão fofa deixou meu 2016 infinitamente melhor. Se você quer saber um pouco sobre a história da adoção dos meus bichinhos, clique aqui.

Na ultima semana, fiz um post falando sobre coisas que podem deixar o seu 2017 mais bonito. Dentre as dicas, adotar um pet é a minha favorita. Quem tem, ou já teve, um bichinho para chamar de seu, sabe o quanto é gostoso olhar para aquele par de olhinhos cheios de amor, com um rabo indo para um lado e para o outro só para expressar o quanto está feliz em te ver.

Para te ajudar nessa missão a Dra. Adriana Melo (veterinária ótima, que super cuida dos meus pets) listou 10 coisas que você deve se preocupar antes de adotar um bichinho. Confira:

Adoção responsável

  • Quer adotar um pet? Então, reúna a família e fale sobre o assunto. É importante saber se todos que convivem com você aceitarão a idéia de ter um bichinho em casa.
  • Pare um momento e se pergunte: Eu terei tempo e disposição para cuidar de um pet?
  • Prepare-se para ter despesas financeiras com ele. Isso inclui visitas regulares ao médico veterinário, ração de qualidade, vacinas, medicamentos, vermífugos, limpeza de tártaro, banhos, entre outros gastos (previsíveis ou não).
  • Tenha em mente que seu bichinho não é um objeto descartável. Ou seja, prepare-se para viver e conviver com ele por uns 15 anos (ou mais).
  • Quando você viajar, quem ficará com seu pet? Vai deixar num hotel próprio para hospedar animais ou deixará na casa de um amigo ou parente? Esse amigo ou parente gosta de animais e tem tempo para cuidar deles?

Adoção responsável

  • No momento que for escolher um animal procure observar e eleger um que tenha a mesma energia que sua: Você é mais quieto ou mais hiperativo? Alguns cães tem energia para dar e vender e necessitam brincar constantemente. Caso você não tenha toda essa disponibilidade e energia é bem provável que ele acabe elegendo seu sapato predileto como o brinquedo favorito dele. No caso dos gatos, se você mora em apartamento prepare-se financeiramente para pôr tela nas janelas a fim de evitar acidentes. Infelizmente, freqüentemente observa-se nas clínicas veterinárias felinos com fraturas, após caírem de janelas que não são teladas.
  • Não ignore cães e gatos idosos que estão para adoção. Os animais velhinhos também anseiam por um lar e querem receber carinho e atenção. Mas lembre-se, como já são animais com idade mais avançada com certeza já possuem uma personalidade formada. Então se for adotar um animal adulto tenha paciência com ele. Aos poucos ele irá se adequar ao seu jeito de ser e aos hábitos do seu novo lar.
  • Ao adotar providencie vasilhas adequadas para colocar comida e água. Lembrando que água deve estar disponibilizada em abundância para seu animal.

Adoção responsável

  • A castração é importantíssima, pois está ligada ao controle populacional dos animais domésticos, uma vez que, muitos cães e gatos “sem raça definida” (SRD), que ao nascer são abandonados por seus tutores nas ruas. Se a castração for realizada durante a juventude é possível evitar ou diminuir hábitos inconvenientes, como a demarcação de território com urina. O pet tende a ficar mais calmo evitando assim brigas por território, evita fugas de casa que, geralmente, ocasionam atropelamentos, envenenamentos e contágio de doenças infecciosas, como a raiva. Além de prevenir doenças como o tumor de próstata, o TVT (tumor venéreo transmissível) e problemas no útero.
  • Aconselhe-se sempre com o médico veterinário que você escolheu para cuidar do seu pet, e siga as instruções dadas por ele. Assim verá seu cachorro ou gato se adaptar tranqüilamente à sua nova casa.

Já está 100% preparado para ter um pet? Se ainda tiver dúvidas, você pode procurar a Dra. Adriana Melo na Zoopet (se você for de Porto Velho) da Av. Abunã, um pouquinho depois da Av. Brasília.

You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: