Li, Gostei, Resenhei

A estrela que nunca vai se apagar – Ester Earl

11 de setembro de 2017

A estrela que nunca vai se apagar

Livro: A estrela que nunca vai se apagar;
Autor: Estar Grace, com Wayne e Lori Earl;
Editora: Intrínseca;
Páginas: 448;
Sinopse: A Estrela Que Nunca Vai Se Apagar conta a história de Esther Grace Earl, diagnosticada com câncer da tireoide aos 12 anos. A obra é uma espécie de diário da jovem, com ilustrações, fotos de seu arquivo pessoal, textos publicados na internet, bate-papos com os inúmeros amigos que fez on-line e reproduções de cartas escritas em datas comemorativas como aniversários. A jovem perdeu a batalha contra a doença, mas deixou um legado de otimismo e celebração ao amor. Atualmente sua mãe, Lori Earl, preside a instituição sem fins lucrativos This Star Won´t Go Out (tswgo.org), que apoia pacientes e famílias que lutam contra o câncer. (Skoob)

Ao comprar A estrela que nunca vai se apagar eu não fazia ideia do que esperar. Sabia da história de Ester muito por alto. Sabia que ela tinha inspirado John a criar Hazel Grace. Que ela tinha câncer desde muito novinha e era só isso que eu sabia mesmo. Não fazia ideia de quanto essa leitura me ensinaria sobre várias coisas e câncer não é uma delas. Ao ler o prefácio escrito pelo John Green eu já desabei a chorar e comecei a ter noção do que me esperava durante essa leitura.

No livro, conhecemos a história da Esther Grace. Ela foi diagnosticada, em 2006, com câncer de tireoide, com metástases no pulmão. Por conta do tumor nos pulmões, Ester usava tubos de oxigênio auxiliando a respiração. Em 2008, a menina criou um canal no Youtube, cookie4monster4, e fez várias amizades online.

Eu amei Ester. Amei ainda mais o fato dela não ser uma personagem, de ser uma pessoa real. Ela é uma garota muito feliz e alto astral, carinhosa e boa amiga. Mesmo com todos os problemas, com o vai e vem do hospital, Ester parecia inabalável. Aí mora uma das lições mais bonitas do livro. A de fazer a gente enxergar um pouco melhor o mundo ao nosso redor. De observar tudo de bom que existe e que conquistamos no percurso da nossa vida.

Que parte gráfica é essa? <3

Amei a forma como o livro foi construído. É uma espécie de colcha de retalhos. (eu juro que não achei definição melhor) Com isso, eu quero dizer que o livro é recheado de textos diferentes. Como cartas, posts, partes do diário dela, transcrição dos vídeo do youtube. E que foi escrito pelas mais diversas pessoas. Como os pais, irmãos, amigos, médicos, entre outros. A parte gráfica valorizou muito esses detalhes. Cada tipo de texto tinha uma formatação de página específica, como os posts no blog vinham sempre em páginas laranjas. Além disso, várias fotos e desenhos de Ester completam a parte visual do livro, deixando tudo mais bonito e real.

O livro de Ester passa uma mensagem linda sobre como o amor da família e a companhia dos amigos pode mudar uma história. A forma como os amigos do grupo Catitude foram importantes na sua jornada e na realização dos seus sonhos, é maravilhoso. Por mais que aborde um tema tão pesado, o livro é bem simples e divertido de ler. Prepara os lencinhos, por que é impossível não chorar em certos momentos, e vá de coração aberto para aprender bastante com a jornada vivida por Ester.

 

You Might Also Like

No Comments

Comente aqui: